Pentágono indica que pandemia de coronavírus nos EUA pode durar meses

O general Mark Milley, chefe das Forças Armadas, disse que a duração da pandemia ainda é incerta e poderia chegar até julho deste ano

Homem caminha pela Wall Street, em Nova York
Homem caminha pela Wall Street, em Nova York Foto: Lucas Jackson - 18.mar.2020/ Reuters

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Líderes do Pentágono, o departamento de Defesa dos Estados Unidos, disseram nesta terça-feira (24) que a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) poderia continuar por meses no país. Os EUA têm mais de 50 mil infectados e 660 mortes pela COVID-19.

“Acredito que precisamos planejar que isso dure ao menos mais alguns meses, e estamos tomando todas as medidas para isso”, disse o secretário de Defesa, Mark Esper, em um pronunciamento pela internet.

No mesmo evento, o general Mark Milley, chefe das Forças Armadas, disse que a duração da pandemia ainda é incerta e poderia chegar até julho deste ano.

“Tendo como parâmetro a experiência de outros países, que podem ou não se aplicar aos Estados Unidos, isso pode acabar do fim de maio ou junho, até julho”, afirmou Milley.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse nesta segunda (23) que estava considerando reabrir a economia quando a quarentena acabasse, no fim da semana que vem, mesmo que a doença ainda esteja se espalhando rapidamente no país.

Com Reuters

Mais Recentes da CNN