Pequim intensifica medidas contra Covid-19 após maior aumento em três semanas

Autoridades da capital chinesa disse que investigarão todas as pessoas que chegam do exterior

Da CNN em Pequim e Sophie Jeong, em Hong Kong

Ouvir notícia
 

As autoridades da capital da China, Pequim, disseram que investigarão todas as pessoas que entram na cidade vindos do exterior e fecharão duas estações de metrô após relatar o maior aumento diário em novos casos de Covid-19 em mais de três semanas.

Pequim registrou sete novos casos na terça-feira (19) — seis no distrito de Daxing. A operadora de metrô de Pequim disse que fechará as estações de metrô Tiangong Yuan e da Base Biomédica localizadas em Daxing como parte das medidas de prevenção Covid-19 da cidade. 

As autoridades de Pequim disseram em uma reunião na terça-feira que os complexos residenciais com casos confirmados em Daxing e áreas adjacentes estarão sob controle. Além disso, todos as pessoas que ingressaram na cidade do exterior desde 10 de dezembro serão investigados, com maior frequência de triagem.

 

Novos casos

A Comissão Nacional de Saúde da China disse na quarta-feira que um total de 103 novos casos de Covid-19 foram relatados na terça em todo o país. A província de Jilin, no nordeste, relatou 46 novos casos, enquanto a província de Hebei, próxima a Pequim, relatou 19 novas infecções.

Cerca de 58 novas infecções assintomáticas, que a China não classificou como casos confirmados, também foram registradas na terça-feira. O número total de casos confirmados de Covid-19 na China continental agora é de 88.557, enquanto o número oficial de mortos é de 4.635.

Texto traduzido. Clique aqui para ler o original, em inglês.

 

Mais Recentes da CNN