Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Peru identifica primeiro caso de variante inglesa da Covid-19

    Mutação do vírus foi encontrada em uma mulher. Autoridades de saúde ainda não sabem onde a paciente contraiu o vírus.

    A ministra da Saúde do Peru,Pilar Mazzetti
    A ministra da Saúde do Peru,Pilar Mazzetti Foto: Divulgação

    Florencia Trucco, da CNN

    O Peru detectou o primeiro caso da variante Covid-19 do Reino Unido, anunciou a ministra da Saúde do país, Pilar Mazzetti, nesta sexta-feira (8).

    “O caso é de uma peruana que mora em Lima e se reuniu com parentes “antes do Natal”, mas não se sabe exatamente como ela conseguiu isso”, disse Mazzetti.  

    Leia e assista também:
    Reino Unido e Portugal batem recordes diários de casos e mortes por Covid-19
    Biden anuncia novos nomes da sua equipe econômica a duas semanas da posse
    Equipe da Casa Branca diz que pode haver uma ‘variante dos EUA’ do coronavírus

    Atualmente a mulher está bem e está sob isolamento e supervisão em casa, segundo Mazzetti. Seus familiares estão sendo testados. 

    Mazzetti também anunciou na sexta-feira que o Peru não pensa em voltar à fase 1, mas que desde 4 de janeiro todos os viajantes que chegam ao Peru devem ficar em quarentena por 14 dias. 

    Variantes do coronavírus foram encontradas na África do Sul e no Reino Unido, mas não está claro por onde começaram.  Até agora, parece que ambos se espalharam mais rapidamente, mas não são iguais. Estudos apontam que as mutações também não possuem maior taxa de mortalidade.

    Os fabricantes de vacinas e outros cientistas estão estudando se as variantes representam um desafio para a imunização em massa da população.