Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia: apresentador de TV britânico provavelmente morreu logo após passar mal

    Corpo de Michael Mosley foi encontrado no domingo (9)

    Michael Mosley morre durante passeio em ilha grega
    Michael Mosley morre durante passeio em ilha grega BBC via Reuters

    Eleni GiokosLouis MianIssy Ronaldda CNN

    O apresentador da TV britânica e guru da saúde Michael Mosley pode ter morrido pouco depois de passar mal enquanto caminhava sozinho na ilha grega de Symi, disse a polícia local à CNN na segunda-feira (10).

    Mosley, um médico da televisão que popularizou um tipo de jejum intermitente conhecido como dieta 5:2, estava de férias quando desapareceu na quarta-feira (5), desencadeando uma enorme busca que durou dias envolvendo a polícia, bombeiros, guarda costeira e voluntários.

    Seu corpo foi encontrado no domingo (9) a cerca de duas horas de caminhada da praia de Agios Nikolaos, de onde ele iniciou sua caminhada. A polícia acredita que ele morreu por volta das 16h no horário local na quarta-feira, dia em que ele desapareceu, disse a porta-voz da polícia grega Konstantia Dimoglidou à CNN.

    Uma autópsia inicial concluiu que Mosley morreu de causas naturais e que não havia ferimentos em seu corpo que pudessem ter causado sua morte, informou a BBC.

    Dimoglidou disse à CNN que a polícia não acredita que Mosley tenha ficado sentado por muito tempo antes de morrer, já que a hora da morte foi semelhante ao tempo que levaria para chegar ao local.

    O corpo de Mosley foi encontrado quando um barco que transportava o prefeito da ilha, Lefteris Papakalodoukas, e alguns jornalistas o avistaram deitado de bruços ao lado de uma cerca cerca de 20 metros acima da praia de Agia Marina, disse Papakalodoukas à Associated Press.

    A posição em que seu corpo foi encontrado sugere que ele estava sentado no momento de sua morte, disse Dimoglidou.

    A esposa de Mosley, Dra. Clare Bailey, prestou homenagem a seu marido “maravilhoso, engraçado, gentil e brilhante” depois que seu corpo foi encontrado, dizendo que ele “fez uma escalada incrível, pegou o caminho errado e desabou onde não poderia ser facilmente visto pela extensa equipe de busca.”

    A família identificou o corpo à polícia, mas ainda não foi realizada uma identificação formal utilizando amostras de DNA, acrescentou Dimoglidou.

    O médico da televisão era conhecido por documentários britânicos, como “Michael Mosley: Who Made Britain Fat?”, do Channel 4, e “Trust Me, I’m A Doctor”, da BBC.

    O locutor de 67 anos também participava regularmente de talk shows como “The One Show” da BBC e “This Morning” da ITV e era colunista do Daily Mail.

    Ele era o autor de um livro sobre a dieta Fast 800, que se concentra na alimentação com restrição de tempo para perda rápida de peso. Sua esposa escreveu um livro de receitas como parte da série de livros “The Fast 800”.

    Em 2002, Mosley foi indicado ao Primetime Emmy Award por excelente especial de não ficção (informativo) após ser produtor executivo da minissérie da BBC de 2001, “The Human Face”, que examinou a ciência por trás da beleza facial, expressão e fama.

    O pai de quatro filhos infestou-se deliberadamente com parasitas para aprender mais sobre eles no programa de 2014 da BBC “Infested! Vivendo com Parasitas.”

    O impacto de Mosley na saúde pública, especialmente na Grã-Bretanha, ficou evidente nas homenagens que lhe foram prestadas. O ex-legislador Tom Watson escreveu nas redes sociais que Mosley “foi um herói para mim” e que “ajudou milhares de pessoas a ficarem bem e saudáveis. Eu sou um deles.”

    Já um porta-voz do primeiro-ministro britânico Rishi Sunak disse que Mosley “será conhecido como um locutor extraordinário que usou a sua plataforma para influenciar e mudar a forma como pensamos sobre muitas questões de saúde pública”, segundo a PA Media.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original