Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia espanhola prende ladrões de arte e recupera desenhos de Dali de 100 anos

    Três irmãos de 50, 53 e 55 anos foram detidos e dois desenhos do artista feitos em 1922, apreendidos

    da Reuters

    A polícia espanhola recuperou dois desenhos de 100 anos do pintor surrealista Salvador Dali que foram roubados no ano passado em Barcelona.

    A polícia disse ter detido três irmãos de 50, 53 e 55 anos e apreendido os dois desenhos feitos por Dali em 1922 para ilustrar o livro “Les Gràcies de l’Empordà” a pedido de seu autor Pere Coromines.

    Eles também apreenderam outras obras de arte, incluindo obras gráficas do colega artista espanhol Joan Miro, relógios de luxo e moedas e notas valiosas.

    As obras de arte – dois cenários rurais escuros desenhados em papel pardo – foram autenticadas pela Fundação Gala-Salvador Dali, que detém os direitos sobre as obras do falecido pintor, disse a polícia.

    Os três irmãos são acusados ​​pela polícia catalã de terem visado especificamente casas na região de Barcelona com obras de arte, coleções de moedas e outras antiguidades.

    A polícia prendeu outras duas pessoas por receptação de produtos roubados. Os três supostos assaltantes foram libertos sob fiança antes do julgamento, enquanto os outros dois foram libertos enquanto aguardavam o julgamento.

    Juntamente com os Dalis, os cinco Miros – que ainda estão em processo de autenticação – e duas obras do pintor Paco Sola, a polícia apreendeu 55 relógios de luxo, canetas de prata e ouro, joias e várias coleções de moedas e cédulas de diferentes épocas e países.

    Suspeita-se que os objetos venham de uma série de roubos realizados nos últimos meses.