Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Porta-voz da Turquia diz que demandas russas de Donbass e Crimeia são “não realistas”

    Turquia tem se oferecido para mediar entre a Rússia e a Ucrânia e sediou várias reuniões; próxima rodada de negociações entre os dois lados será realizada em Istambul na terça-feira (29)

    Um membro das Forças Armadas ucranianas participa de exercícios militares em um campo de treinamento perto da fronteira com a Crimeia, anexada à Rússia na região de Kherson, Ucrânia, em 17 de novembro de 2021
    Um membro das Forças Armadas ucranianas participa de exercícios militares em um campo de treinamento perto da fronteira com a Crimeia, anexada à Rússia na região de Kherson, Ucrânia, em 17 de novembro de 2021 General Staff of The Armed Forces of Ukraine via Reuters

    Zeena Saifida CNN

    O porta-voz da presidência turca, Ibrahim Kalin, disse a Becky Anderson, da CNN, em entrevista no domingo (27), que as exigências da Rússia para reconhecer a anexação da Crimeia e a independência da região de Donbass são “muito maximalistas” e “não realistas”.

    “Estas são as linhas vermelhas para os ucranianos na Crimeia e Donbass, e com razão, porque dizem respeito diretamente à integridade e soberania territorial da Ucrânia. Não reconhecemos a anexação da Crimeia, pois, como o resto do mundo, nem a China reconheceu a anexação da Crimeia… Eles [os russos] deveriam realmente apresentar outras ideias”, disse ele à CNN nos bastidores do evento Fórum de Doha.

    A Turquia tem se oferecido para mediar entre a Rússia e a Ucrânia e sediou várias reuniões, incluindo uma reunião entre os ministros das Relações Exteriores da Ucrânia e da Rússia em 10 de março. A próxima rodada de negociações entre os dois lados será realizada na cidade turca de Istambul na terça-feira.

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, transmitiu uma mensagem a Moscou pedindo às equipes de negociação que concordassem com os pontos finais para fazer a transição para uma reunião no nível de liderança entre o presidente Volodymyr Zelensky e o presidente Vladimir Putin, disse Kalin à CNN.

    “O presidente Zelensky está pronto para se encontrar com o presidente Putin, foi o presidente Putin que disse não até agora. E nosso presidente disse, estou pronto para facilitar a união de vocês dois, na Turquia ou em outro lugar… Acreditamos que é somente através dessa reunião que esta guerra chegará ao fim”, acrescentou.

    O porta-voz enfatizou que o presidente Erdogan está mantendo sua linha de comunicação aberta com seus colegas russos e ucranianos para ajudar a acabar com a guerra, especialmente com a Rússia. Quando perguntado se o presidente Putin ouve Erdoğan, Kalin disse que os dois têm um “relacionamento de longa data”.

    “Certamente o presidente Putin está ouvindo o presidente Erdoğan e seus conselhos, ideias e sugestões. Você pode entender do ponto de vista deles que eles não confiam na maioria dos países da OTAN, eles não querem mais falar com eles, certo ou errado. Mas a realidade é que alguém tem que falar com o lado russo, alguém em quem os russos também podem confiar. Caso contrário, esta guerra pode durar meses, anos, e o mundo não pode permitir outra guerra prolongada como essa e, certamente, não podemos permitir outra Guerra Fria”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original