Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Prefeito de cidade ucraniana é detido por russos separatistas armados

    Promotoria da região separatista de Luhansk, apoiada pela Rússia, diz que acusações de terrorismo pesam contra Ivan Fedorov, que comanda o governo local de Melitopol

    Paul P. MurphyMariya KnightCeline Alkhaldida CNN

    Ouvir notícia

    O prefeito da cidade ucraniana de Melitopol, Ivan Fedorov, foi visto em um vídeo sendo levado por homens armados de um prédio do governo nesta sexta-feira (11).

    A promotoria da região separatista de Luhansk, apoiada pela Rússia, acusações de terrorismo pesam contra ele.

    A detenção de Fedorov pelos homens armados é o primeiro caso conhecido de um oficial político ucraniano sendo detido e investigado por forças russas – ou apoiadas pela Rússia – desde o início da invasão.

    De acordo com uma mensagem no site do promotor de Luhansk, Fedorov está sendo acusado de ajudar e financiar atividades terroristas e fazer parte de uma comunidade criminosa. A promotoria de Luhansk alegou que Fedorov é membro do grupo “Right Sector”.

    A CNN informou anteriormente que se trata de um grupo paramilitar e político nacionalista ucraniano que opera na Ucrânia. O grupo tem uma postura anti-Rússia, mas observadores independentes dizem que não se trata de uma ameaça fascista, como o presidente russo Vladimir Putin afirma ser.

    A promotoria da região separatista alega que o “Right Sector” realizou atos terroristas contra civis na região de Donbass, mas não fornece detalhes.

    A mídia local, citando conversas com a Câmara Municipal de Melitopol, confirmou que o homem levado no vídeo era Fedorov. A CNN geolocalizou e verificou a autenticidade do vídeo. A CNN não conseguiu identificar um advogado que faça a defesa de Fedorov diante das acusações.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN