Presidente da Argentina é denunciado por ter furado a quarentena em 2020

Promotoria apontou foto em que Alberto Fernández aparece com amigos em uma festa. Presidente sugeriu pagar multa por ocorrido

O presidente argentino Alberto Fernández
O presidente argentino Alberto Fernández Foto: Gonzalo Fuentes - 05.fev.2020/ Reuters

Nicolas Misculinda Reuters

em Buenos Aires, Argentina

Ouvir notícia

Promotores argentinos denunciaram o presidente Alberto Fernandez por supostamente quebrar uma quarentena obrigatória, informou a mídia local na quinta-feira (26), quando ele e sua parceira celebraram uma festa de aniversário com amigos no ano passado.

O caso contra Fernandez ganhou as manchetes nas últimas semanas, quando a Argentina impôs restrições mais rígidas do que a maioria dos países para lidar com a pandemia.

A imagem, de julho do ano passado, contrasta com o fato de que o próprio Fernandez proibiu todas as reuniões sociais antes de hospedar uma pelo aniversário de Fabiola Yanez, sua parceira.

Na manhã de quinta-feira, Fernandez participou de uma audiência sobre caso e se ofereceu para pagar uma multa.

Os legisladores da oposição tentaram iniciar um julgamento político contra Fernandez por causa do partido, embora tenham poucas chances de sucesso porque a maioria dos legisladores está alinhada com o partido do governo.

Os jornais “Dailies Clarin” e “La Nacion” relataram a notícia, citando promotores, que não responderam imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

Mais Recentes da CNN