Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente do Irã não menciona ataque israelense ao falar sobre ofensiva iraniana

    Autoridades do Irã não sinalizam que responderão ação de Israel

    Presidente do Irã Ebrahim Raisi em Kerman
    Presidente do Irã Ebrahim Raisi em Kerman 5/1/2024 Divulgação via REUTERS

    Hamdi Alkhshalida CNN

    O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, não fez qualquer menção ao ataque de Israel, feito nesta sexta-feira (19) contra seu país, ao mesmo tempo que elogiou publicamente a operação militar iraniana sem precedentes no fim de semana passado, visando os “territórios ocupados por Israel”.

    Os ataques retaliatórios do Irã em 13 de abril, parte de uma operação chamada “Verdadeira Promessa”, foram uma demonstração da força militar do país e um “ato necessário” contra o que Raisi chamou de “regime ilegal”, segundo afirmou nesta sexta.

    Raisi descreveu a ofensiva como “represália punitiva” por parte das Forças Armadas iranianas, com o objetivo de demonstrar o poder do Irã e a determinação do seu povo.

    Os ataques feitos no dia 1° de abril ao complexo da embaixada do Irã em Damasco, na Síria, destruíram um edifício e deixaram vários mortos, incluindo dois generais de alta patente.

    Israel e os Estados Unidos afirmaram que o lançamento de cerca de 300 mísseis do Irã após o caso teve pouco impacto material e causou apenas um ferimento.