Presidente ucraniano diz que Rússia pode tentar ocupar Kharkiv

Dezenas de milhares de soldados russos ocupam, há dias, as fronteiras com a Ucrânia

Volodymyr Zelenskiy, presidente ucraniano
Volodymyr Zelenskiy, presidente ucraniano Valentyn Ogirenko/Reuters (01.dez.2021)

Pavel Polityukda Reuters

Ouvir notícia

A Rússia pode tentar ocupar a cidade industrial de Kharkiv se realizar uma ação militar na Ucrânia, e isso seria o início de uma “guerra em larga escala”, disse o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy ao Washington Post.

O país, governado por Vladimir Putin, tem dezenas de milhares de soldados perto de sua fronteira com a Ucrânia. Kharkiv, no leste da Ucrânia, é a segunda maior cidade da ex-república soviética e fica a 42 quilômetros da fronteira.

“Direi de forma realista, se a Rússia decidir aumentar sua escalada, é claro que eles farão isso nos territórios onde historicamente há pessoas que costumavam ter laços familiares com a Rússia”, disse Zelenskiy.

“Kharkiv, que está sob controle do governo da Ucrânia, pode ser ocupada. A Rússia precisa de um pretexto: eles dirão que estão protegendo a população de língua russa.”

Ele disse acreditar que esse cenário era “viável” após a anexação da Crimeia da Ucrânia pela Rússia em 2014.”Não será apenas uma ocupação; será o início de uma guerra em grande escala“, disse ele.

A Rússia, que tem dezenas de milhares de soldados perto da fronteira, negou que planeja atacar a Ucrânia.

Kharkiv tem uma população de cerca de 1,4 milhão. Foi a capital da Ucrânia de 1919 a 1933, quando fazia parte da União Soviética, e abriga fábricas de tanques e tratores, além de produtores de eletrônicos.

“Quero garantir a todos os moradores de Kharkiv que a cidade está pronta para rejeitar firmemente um invasor em potencial, temos todas as forças para defender Kharkiv”, disse o prefeito da cidade, Ihor Terekhov, no Facebook.

Mais Recentes da CNN