Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Primeiro-ministro australiano diz que mundo trabalhará unido para proteger Ucrânia

    Scott Morrison afirmou que "o mundo se moverá junto para tentar neutralizar o que seria um terrível ato de violência não provocado e inaceitável”

    Primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison
    Primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison DFAT / Timothy Tobing

    Teele Rebaneda CNN

    Ouvir notícia

    O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, emitiu um alerta à Rússia neste domingo (20), dizendo que o mundo estará se unindo para combater qualquer violência que possa infligir à Ucrânia.

    “Se seguirem em frente com seus atos de violência contra a Ucrânia, seguiremos com sanções, juntos e em parceria com todos os nossos outros aliados e parceiros”, disse Morrison a repórteres.

    “O mundo se moverá junto para tentar neutralizar o que seria um terrível ato de violência não provocado, injustificado e inaceitável”, disse Morrison.

    Ele disse ainda que nunca houve planos de enviar tropas australianas para a Europa Oriental, mas que o governo está trabalhando em estreita colaboração com aliados internacionais para apoiar a Ucrânia no ciberespaço e em outras questões.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN