Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Putin afirma que Rússia e Belarus se beneficiarão de sanções ocidentais

    Chefe de Estado russo participa de reunião com o presidente de Belarus nesta sexta-feira

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, no Kremlin de Moscou enquanto assistem a exercícios militares
    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, no Kremlin de Moscou enquanto assistem a exercícios militares Alexei Nikolsky/TASS/Getty Images

    Sarah Deanda CNN

    Ouvir notícia

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse, nesta sexta-feira (11), que as sanções ocidentais são uma oportunidade para o país fortalecer sua soberania tecnológica e econômica.

    “Os últimos anos mostraram que onde os ocidentais impuseram restrições contra nós, adquirimos novas competências e restauramos as antigas em um novo nível tecnológico”, afirmou Putin no discurso de abertura da reunião com o líder belorrusso Alexander Lukashenko em Moscou.

    “Este é um momento de oportunidade para avançar no fortalecimento da soberania tecnológica e econômica”, acrescentou.

    Putin também acredita que Rússia e Belarus vão superar essas dificuldades e até “adquirirão mais competências, mais oportunidades para se sentirem independentes, autossuficientes e, finalmente, se beneficiarem [delas], como foi o caso em anos anteriores”.

    Lukashenko ecoou o sentimento do russo, dizendo que Belarus tem tudo o que precisa para restaurar sua economia sancionada.

    “Precisamos reconstruir nossa economia. E temos tudo o que precisamos para restaurar nossa própria economia, podemos passar sem eles. Temos tudo para continuar a vida e o trabalho normais”, disse Lukashenko.

    O chefe de Estado belorrusso também disse estar feliz pelo início da guerra na Ucrânia, citando falsas alegações sobre armas biológicas e usinas nucleares estarem em risco se a Rússia não invadisse.

    Lukashenko também fez uma alegação infundada de que a Ucrânia estava “se preparando para atacar não apenas Donbas, mas também colocou posições para atacar Belarus”.

    Sanções ocidentais atingem economia russa

    A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, destacou na quinta-feira (10) os danos econômicos e financeiros causados ​​pelas sanções impostas pelos Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia nas últimas semanas.

    “Isolamos a Rússia financeiramente. O rublo está em queda livre. O mercado de ações russo está fechado. A Rússia foi efetivamente excluída do sistema financeiro internacional”, afirmou Yellen, acrescentando que o acesso do banco central russo às suas reservas foi em grande parte cortado.

    Na quarta-feira (9), um dólar americano poderia comprar 117 rublos em Moscou depois que a moeda caiu 10% e atingiu um novo recorde de baixa.

    A Fitch Ratings reduziu o rating de crédito da Rússia na terça-feira (8) e alertou que um calote era “iminente”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN