Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Putin diz que Ocidente está alimentando “chamas da guerra”

    Para o líder russo, os países que apoiaram a Ucrânia estão decepcionados com a contraofensiva

    Presidente russo, Vladimir Putin
    Presidente russo, Vladimir Putin 17/07/2023Sputnik/Alexander Kazakov/Kremlin via REUTERS

    Uliana Pavlovada CNN

    O presidente russo, Vladimir Putin, disse, nesta sexta-feira (21), que o Ocidente está decepcionado com os resultados da contraofensiva ucraniana.

    “Hoje é óbvio que os curadores ocidentais do regime de Kiev estão claramente desapontados com os resultados da chamada contraofensiva”, disse durante uma parte televisionada de uma reunião do Conselho de Segurança da Rússia.

    O líder russo disse que a contraofensiva não trouxe nenhum resultado.

    “Nada ajudou – nem os recursos colossais que foram ‘injetados’ no regime de Kiev, nem o fornecimento de armas ocidentais – tanques, artilharia, veículos blindados, mísseis – nem o envio de milhares de mercenários e conselheiros estrangeiros, que foram usados ​​mais ativamente nas tentativas de romper a frente de nosso exército”, disse.

    “Ao mesmo tempo, o mundo inteiro vê que o equipamento militar ocidental sensacionalista, equipamento supostamente insuperável, está queimando nas linhas de frente.”

    Desde que a contraofensiva ucraniana começou em junho, a luta se mostrou mais difícil do que alguns esperavam, com o progresso sendo medido em centenas de metros em vez de dezenas de quilômetros.

    A Ucrânia esperava usar o impulso para expulsar uma quantidade significativa de forças russas do solo ucraniano e virar a maré da guerra.

    Andriy Yermak, um importante conselheiro do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse a jornalistas no início deste mês que aceitava que a contraofensiva “não está indo tão rápido; está lento.”

    VÍDEO – Putin diz ter bombas de fragmentação e ameaça Ucrânia