Putin diz que sanções contra a Rússia estão “provocando” crise global

Presidente russo afirmou que medidas econômicas atingiram em maior medida os interesses dos próprios países sancionadores

Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em São Petersburgo
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, em São Petersburgo 27/04/2022 Sputnik/Alexei Danichev/Kremlin via REUTERS

Katharina Krebsda CNN

Ouvir notícia

As sanções impostas à Rússia pelo Ocidente estão “provocando” uma crise global, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nesta quinta-feira (12), durante uma reunião sobre questões econômicas.

“Seus autores, guiados por ambições políticas míopes e infladas, a russofobia, atingiram em maior medida seus próprios interesses nacionais, suas próprias economias, o bem-estar de seus cidadãos. Vemos isso, em primeiro lugar, em um aumento acentuado da inflação na Europa”, disse Putin.

De acordo com o líder russo, a continuação da “obsessão por sanções” do Ocidente inevitavelmente levará às “consequências mais difíceis e intratáveis” para a União Europeia, bem como para os países mais pobres do mundo.

“A culpa por isso é inteiramente das elites dos países ocidentais, que estão prontas para sacrificar o resto do mundo para manter seu domínio global”, disse ele.

Putin acrescentou que a Rússia está lidando com desafios externos provocados pelas sanções ocidentais e que a inflação no país está desacelerando.

“O aumento semanal dos preços já caiu para 0,1% – isso já está próximo da taxa de crescimento semanal que corresponde à meta de inflação do Banco da Rússia”, disse ele.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN