Putin se compara a “Pedro, o Grande”, czar que conquistou territórios no século 18

Duranta visita a uma exposição dedicada ao imperador russo, Putin tentou comparar a conquista de Pedro da Suécia à invasão militar atual na Ucrânia

Jonny HallamMariya KnightIrene Nasserda CNN

Ouvir notícia

O presidente russo, Vladimir Putin, comparou-se favoravelmente ao czar Pedro, o Grande, um monarca russo do final do século 17, usando a comparação para justificar a invasão russa da Ucrânia.

Durante visita a uma exposição dedicada ao primeiro imperador russo nesta quinta-feira (9), Putin tentou comparar a conquista de Pedro da Suécia, no século 18, à invasão militar atual na Ucrânia.

Em seus comentários, Putin argumentou que Pedro, o Grande não estava conquistando, e sim lutando por territórios que pertenciam à Rússia por direito.

Ele traçou um paralelo com a guerra atual na Ucrânia, sugerindo que as ações militares recentes da Rússia — onde tropas destruíram cidades, e mataram dezenas de pessoas inocentes — são justificáveis, pois a Ucrânia não é uma nação legítima e soberana, mas, na verdade, um território russo.

“Por que [Pedro, o Grande] foi até lá?, Putin perguntou. “Ele recuperou e fortaleceu. E parece que nosso destino é “retomar e fortalecer” também, assumindo que esses valores básicos formam a base da nossa existência e que teremos sucesso na solução das tarefas que estão pela frente”, afirmou o presidente.

Ele continuou, acrescentando que países europeus não reconheceram São Petersburgo — cidade fundada pelo czar — como uma cidade russa no início, equalizando a situação à atualidade de territórios ocupados pela Rússia na Ucrânia, incluindo a Crimeia, que os EUA e aliados europeus não reconhecem como russa.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN