Recuperado de envenenamento, Alexei Navalny diz que voltará à Rússia

Político opositor russo afirmou em sua conta no Twitter que chegará ao país no domingo (17) após passar 6 meses em tratamento na Alemanha

Recuperado, o opositor russo Alexei Navalny disse que voltará ao país no domingo (17)
Recuperado, o opositor russo Alexei Navalny disse que voltará ao país no domingo (17) Foto: Shamil Zhumatov - 29.set.2019/ Reuters

Ouvir notícia

O político opositor russo Alexei Navalny anunciou que planeja retornar à Rússia no domingo (17) após se recuperar, na Alemanha, de um envenenamento.

“Nunca tive dúvidas sobre voltar ou não, nunca. Porque eu nunca fui embora. Acabei na Alemanha, tendo chegado lá em uma unidade de terapia intensiva. No dia 17 de janeiro, domingo, volto para casa no voo da companhia aérea Pobeda. Me encontrem”, tuitou Navalny nesta quarta-feira (13).

Na segunda-feira (11), autoridades prisionais russas enviaram um pedido oficial a um tribunal pedindo a substituição da pena suspensa de Navalny em um caso de anos atrás por uma pena real.

O Serviço Penitenciário Federal Russo disse que, ao ficar na Alemanha, Navalny estava violando os termos de sua pena suspensa no chamado caso Yves Roche, que o opositor acredita ter motivação política.

Em uma declaração em vídeo postado em sua conta no Instagram, o ativista disse que novos processos criminais movidos contra ele na Rússia foram “comprovadamente fabricados” em uma tentativa de impedi-lo de voltar ao seu país de origem.

O ativista anticorrupção está atualmente na Alemanha, após receber tratamento na clínica Charite de Berlim.

Navalny foi envenenado com a toxina Novichok em agosto de 2020 e quase morreu. O Kremlin negou repetidamente qualquer envolvimento.

A Rússia abriu uma nova investigação contra Navalny por fraude no final de 2020, aumentando a pressão sobre ele.

(Texto traduzido. leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN