Rede social de site de comércio da China desaparece após postagem sobre massacre

Conta do popular site de comércio eletrônico chinês Xiaohongshu ficou indisponível após publicação em referência ao Massacre da Praça da Paz Celestial em 1989

Conta do site de comércio Xiaohongshu desapareceu após postagem sobre Massacre da Praça da Paz Celestial em 1989
Conta do site de comércio Xiaohongshu desapareceu após postagem sobre Massacre da Praça da Paz Celestial em 1989 Foto: Getty Images (d3sign)

Reuters

Ouvir notícia

Uma conta de rede social do popular site de comércio eletrônico chinês Xiaohongshu, ou “Pequeno Livro Vermelho”, estava indisponível neste domingo (6), depois de ter publicado um post na sexta-feira (4), mesma data da repressão de 1989 contra ativistas pró-democracia na Praça Tiananmen, ocasião altamente sensível na China.

A postagem de sexta-feira em sua conta no Weibo, rede social da China semelhante ao Twitter, dizia: “Diga-me em voz alta: qual é a data de hoje?”, de acordo com uma captura de tela vista pela Reuters. A postagem foi rapidamente excluída por Xiaohongshu, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto, que preferiu não ser identificada.

Uma busca no Weibo pela conta oficial do Xiaohongshu não mostrou resultados no domingo, embora seu próprio aplicativo parecesse estar funcionando normalmente. Algumas pesquisas online disseram que a conta não estava disponível “devido a reclamações de violações de leis e regulamentos e das disposições relevantes da Convenção da Comunidade Weibo”.

A empresa, apoiada pelas gigantes chinesas da internet Alibaba e Tencent, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

A Administração do Ciberespaço da China, órgão regulador da internet do país, não pôde ser contatada para comentar o assunto, e o Sina Weibo não respondeu a um pedido de comentário.

Em março, o The Information informou que o site estava considerando uma oferta pública inicial nos Estados Unidos.

A conta no Weibo do Xiaohongshu frequentemente coloca perguntas como parte de seu envolvimento regular com os usuários.

Mais Recentes da CNN