Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reféns “provavelmente estão no subsolo”, diz porta-voz dos militares de Israel à CNN

    Autoridade afirmou que principal objetivo das Forças de Defesa de Israel é “desmantelar totalmente as capacidades militares do Hamas” e resgatar os capturados

    Da CNN

    A principal prioridade de Israel é resgatar reféns que foram levados a Gaza, apesar das dificuldades envolvidas nos combates em uma área urbana densamente povoada, disse o porta-voz das Forças de Defesa de Israel (FDI) à CNN.

    Destacando a “elaborada rede de túneis” do Hamas, o tenente-coronel Jonathan Conricus afirmou que os reféns “provavelmente estão sendo mantidos no subsolo em vários locais”.

    Veja também — Brasileiro registra explosão de foguetes “acima de sua cabeça” em Israel; veja

    “É extremamente difícil para qualquer militar moderno lutar em uma área urbana tão densa”, ponderou.

    “Sabemos que o Hamas tem uma elaborada rede de túneis tanto para fins defensivos como ofensivos, o que certamente aumentará a complexidade dos combates e estamos preparados para isso”, pontuou.

    “A luta será lenta. Os avanços serão lentos e seremos cautelosos, mas estamos muito determinados a chegar aos terroristas do Hamas que atualmente estão escondidos debaixo dos nossos civis no sistema de túneis que eles possuem”, complementou.

    Conricus comentou ainda que as operações e ataques realizados recentemente recuperaram “algumas informações úteis”, mas nenhum corpo de israelenses que foram levados foi recuperado.

    Os militares israelenses não terão como alvo civis, disse Conricus.

    “Mas, mais uma vez, devemos lembrar que vamos combater um inimigo implacável que não tem problemas em usar tudo o que está disponível, como civis como escudos humanos e usar infraestruturas civis para fins militares”, observou.

    Outro principal objetivo das FDI é “desmantelar totalmente as capacidades militares [do Hamas]”, segundo o porta-voz.

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original