Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rei Charles III desfila a cavalo em seu aniversário oficial neste sábado

    Tradicional evento Trooping the Colour é cerimônia realizada por regimentos militares britânicos; última vez que um monarca reinante participou da procissão foi em 1986, com a rainha Elizabeth II

    Rei Charles III no primeiro desfile do Trooping the Colour de seu reinado
    Rei Charles III no primeiro desfile do Trooping the Colour de seu reinado Photo by Wiktor Szymanowicz/Anadolu Agency via Getty Images

    da CNN

    O rei Charles III reviveu uma tradição real, neste sábado (17), cavalgando no primeiro Trooping the Colour (cerimônia realizada pelos regimentos militares britânicos) de seu reinado. A celebração marca o aniversário oficial do soberano do Reino Unido.

    O tradicional espetáculo militar é um desfile como nenhum outro, com toda a pompa esperada das ocasiões reais, e atrai grandes multidões ao centro de Londres.

    O aniversário real de Charles é em novembro e, normalmente, é comemorado em particular.

    Ele se juntou a 1.500 soldados, 300 cavalos e centenas de músicos enquanto percorriam uma curta distância do Palácio de Buckingham até o Horse Guards Parade, no St. James’s Park, para a cerimônia assistida por membros da família real.

    O rei Charles vestiu um uniforme da Guarda Galesa para a ocasião.

    Ele foi seguido a cavalo por vários coronéis reais, incluindo o príncipe William, também vestindo um uniforme da Guarda Galesa, regimento que herdou de seu pai em dezembro. Ele cavalgou ao lado da Princesa Anne e Prince Edward, que é Coronel dos Guardas de Londres.

    Atrás deles estava uma carruagem puxada por cavalos que levava a rainha, a princesa de Gales, Catherine, e o trio de príncipe George, princesa Charlotte e príncipe Louis. A comitiva real foi acompanhada por uma Escolta Montada do Soberano de soldados dos Guardas da Vida da Cavalaria Doméstica e Azuis e Reais.

    A rainha Camilla estava vestida em homenagem à Guarda Granadeiro, regimento do qual foi nomeada coronel em janeiro, segundo o Palácio.

    Ela usava um vestido de seda vermelha “com a insígnia de coronel nas dragonas. O vestido incorpora detalhes importantes do uniforme, incluindo ‘The Grenade Fired Proper’ bordado em barras de ouro na gola e barras de ouro nas costas”, disse.

    A rainha consorte completou o visual com um chapéu do chapeleiro londrino Philip Treacy “que é uma homenagem à pele de urso com uma ‘Grenada’ explodindo até uma pluma de pena”.

    Quando o espetáculo cerimonial começou, milhares de pessoas esperavam sob o sol de verão. Uma cascata de aplausos entusiasmados pôde ser ouvida enquanto a realeza descia o Mall para a curta jornada até o local do desfile. Muitos seguraram seus celulares para capturar o momento em que os familiares passavam.

    Bidisha Mamata, locutora e observadora real, disse à CNN que houve “uma verdadeira sensação de celebração”.

    “A coroação foi muito séria… houve muita pompa medieval. Isso é muito mais focado militarmente. Isso é muito mais sobre conectar o rei Charles com sua própria história nos fuzileiros navais – ele tem uma forte conexão com os militares”, disse ela.

    O monarca é o chefe das forças armadas da Grã-Bretanha e, tradicionalmente, lideraria um exército na guerra. Durante a cerimônia na Horse Guards, o monarca fez a saudação como Coronel-Chefe dos sete regimentos da Divisão Doméstica enquanto tocava o hino nacional. Ele então teve a chance de revisar e aprovar seu exército.

    Após o desfile, a comitiva real voltou ao Palácio de Buckingham pelo mesmo trajeto. Lá, eles fizeram uma aparição na varanda para assistir a um sobrevoo militar e cumprimentar um mar de apoiadores reais. Uma exibição semelhante teve que ser reduzida após a coroação do rei no mês passado por causa do mau tempo.

    O rei esteve acompanhado na sacada por membros da família real e seus filhos. Os filhos de William e Kate claramente gostaram da exibição aérea, apontando para cima enquanto sa aeronaves sobrevoavam.

    Cerca de 70 aeronaves da Marinha Real, do Exército Britânico e da Força Aérea Real voaram de 15 locais em todo o Reino Unido antes de convergir para voar pela capital britânica, de acordo com o Ministério da Defesa.

    A apresentação aérea incluiu aeronaves do vôo Memorial da Batalha da Grã-Bretanha, o C-130 Hercules em seu vôo cerimonial final, caças Typhoon e culminou com uma exibição do famoso RAF Red Arrows.

    “Estamos muito orgulhosos de poder mostrar nossas capacidades ao nosso Comandante-Chefe nesta ocasião”, disse o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, Marechal do Ar Richard Knighton antes do evento. “Planejamos uma homenagem adequada e apropriada para nosso monarca, que deve ser um verdadeiro espetáculo para o Reino Unido e a Commonwealth”.

    Enquanto nuvens de fumaça vermelha, branca e azul saíam dos aviões da equipe de acrobacias, a multidão explodiu em vivas e aplausos antes de uma versão final de “God Save The King”.

    Houve também uma salva de 41 tiros nas proximidades de Green Park do King’s Troop, com uma segunda salva de 62 tiros disparados na Torre de Londres pela Honorable Artillery Company, as Reservas do Exército da cidade de Londres.


    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original