Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rei Charles III vestirá mantos vermelho e roxo na coroação, usados por George VI

    Monarca e sua esposa Camilla usarão dois conjuntos de vestes no serviço de coroação; veja imagens

    Sachin Ravikumarda Reuters

    em Londres

    O rei Charles III usará mantos de veludo de seda vermelho forte, ou carmesim, e roxo em sua coroação no próximo sábado (6). As vestes já foram usadas por seu avô, o rei George VI, em sua própria coroação em 1937, informou o Palácio de Buckingham no sábado (29).

    Charles, que assumiu o trono após a morte da rainha Elizabeth II em setembro, será formalmente coroado rei na abadia de Westminster, em Londres, em uma cerimônia que contará com a presença de chefes de Estado e dignitários estrangeiros.

    O monarca e sua esposa Camilla usarão dois conjuntos de vestes no serviço de coroação: mantos de estado vermelhos quando chegarem e mantos roxos de propriedade quando saírem, conservados ou feitos pelos alfaiates da empresa londrina Ede e Ravenscroft, de 334 anos.

    O manto de Estado de Camilla foi originalmente feito para a falecida rainha Elizabeth, enquanto sua veste apresenta um novo design da Escola Real de Bordado que se baseia nos temas da natureza, em um aceno ao afeto do casal pelo meio ambiente.

    Insetos, incluindo abelhas e um besouro, aparecerão em um manto de coroação pela primeira vez, disse o palácio.

    Fotos divulgadas pelo palácio mostraram membros da Escola Real de Bordado trabalhando em um manto de veludo vermelho de vários metros de comprimento com uma borda de renda dourada, a ser usado por Charles.

    Membros da Escola Real de Bordado preparam manto de veludo vermelho para a coroação / Divulgação/Palácio de Buckingham

    Outra imagem mostrava a cifra de Camilla sendo bordada em sua veste de Estado.

    O palácio divulgou detalhes da coroação, que deve ser menor em escala do que a de Elizabeth II, mas ainda repleta de pompa e ostentação, refletindo tradições que datam de 1.000 anos.

    (Edição de Daniel Wallis)