Reino Unido oferece pizza e desconto em táxi para estimular vacina entre jovens

Cerca de 67% da pessoas de 18 a 29 anos na Inglaterra já receberam a primeira dose, e 71% da população do país já está completamente imunizada

Duarte Mendonca de Sebastian Shukla, da cNN

Ouvir notícia

O Reino Unido está dando descontos na compra de comida e em viagens de táxi como forma de incentivar que os jovens do país tomem suas vacinas contra a Covid-19, disse o Departamento de Saúde do país em um comunicado neste domingo (1). 

Entre as empresas que já fecharam a parceria com o governo britânico estão Uber, Bolt, Deliveroo e Pizza Pilgrims. 

Outros incentivos podem ainda incluir “vouchers e códigos de desconto para pessoas que comparecerem aos postos temporários de vacinação com reserva feita pela NHS [sistema público de saúde do Reino Unido], promoções nas redes sociais e ofertas para restaurantes”, acrescentou o departamento.

Casa noturna em Londres
Pessoas dançam em casa noturna de Londres após fim das restrições contra a Covid-19
Foto: Reuters/Natalie Thomas – 19 jul. 2021

 

Alguns dos descontos de empresas como a Uber e a Bolt já tinha sido oferecidos antes, mas as parcerias voltaram a aparecer devido aos sinais de que os níveis de vacinação entre os jovens ainda está para trás em relação aos mais velhos.

As pessoas com menos de 30 anos começaram a ter acesso à sua primeira dose em junho. Cerca de 67% dos jovens de 18 a 29 anos na Inglaterra já receberam a primeira vacinação, de acordo com o governo.

Um total de 84,7 milhões de vacinas já foram administradas no Reino Unido, com 46,7 milhões de pessoas (88,4%) tendo recebido a primeira dose e 37,9 milhões (71,8%) com as duas.

Na Inglaterra, lar de uma das maiores taxas de vacinação do mundo, o primeiro-ministro Boris Johnson afrouxou quase todas as restrições contra a Covid-19 em 19 de julho. Ao mesmo tempo, anunciou que a comprovação da imunização completa deve se tornar condição para entrar em casas noturnas a partir de setembro, “quando todos os maiores de 18 anos já terão tido a chance de tomar as duas doses”.

O governo também abriu vários centros temporários de vacinação por todo o país, para incentivar a vacinação daqueles que estiveram circulando pela área.

Neste fim de semana, mais de 600 mil pessoas se vacinaram nesses postos, de acordo com o governo, o que inclui clínicas instaladas em lugares como a Tate Modern Gallery, em Londres, e as lojas da roupas da rede Primark em Bristol.

Mais Recentes da CNN