Reino Unido: perdas russas podem chegar a um terço da força terrestre na Ucrânia

Ministério da Defesa britânico disse que, "nas condições atuais, é improvável que a Rússia acelere drasticamente sua taxa de avanço nos próximos 30 dias"

Tim Listerda CNN

em Lviv, Ucrânia

Ouvir notícia

A Rússia pode ter perdido até um terço da força terrestre que havia comprometido quando invadiu a Ucrânia, segundo o Ministério da Defesa do Reino Unido.

Em sua última atualização de inteligência de defesa, divulgada neste domingo (15), o ministério disse que as forças russas sofreram pesadas perdas em seu ataque a Donbass, e que, “nas condições atuais, é improvável que a Rússia acelere drasticamente sua taxa de avanço nos próximos 30 dias”.

A pasta avaliou ainda que a ofensiva “ficou significativamente atrasada. Apesar dos avanços iniciais em pequena escala, a Rússia não conseguiu obter ganhos territoriais substanciais no mês passado, mantendo níveis de atrito consistentemente altos”.

“A Rússia agora provavelmente sofreu perdas de um terço da força de combate terrestre que comprometeu em fevereiro”, acrescentou o ministério.

Não está claro como o ministério chegou a essa avaliação. Acredita-se que a Rússia tenha destacado cerca de 100 grupos táticos de batalhões para a ofensiva no leste da Ucrânia, mas autoridades ocidentais dizem que muitos desses grupos estão desfalcados.

A avaliação da inteligência do Reino Unido destaca que os atrasos nas operações russas “quase certamente serão exacerbados pela perda de facilitadores cruciais, como equipamentos para pontes e drones de inteligência, vigilância e reconhecimento”.

“Equipamentos para ponte russos foram escassos durante todo o conflito, retardando e restringindo a manobra ofensiva. Os UAVs [drones] russos são vitais para a consciência tática e direcionamento da artilharia, mas têm sido vulneráveis ​​às capacidades antiaéreas ucranianas”, acrescenta.

“Muitas dessas capacidades não podem ser rapidamente substituídas ou reconstituídas e provavelmente continuarão a atrapalhar as operações russas na Ucrânia”, adiciona o texto.

Na semana passada, a Rússia perdeu equipamentos para pontes substanciais ao tentar cruzar o rio Siverskyi Donets. Os russos tentaram e aparentemente não conseguiram colocar vários pontões – espécie de barco que pode criar uma plataforma flutuante – do outro lado do rio em um esforço para cercar as tropas ucranianas.

Imagens de satélite analisadas pela CNN mostram que pelo menos três pontes foram destruídas esta semana e os russos sofreram pesadas perdas. Enquanto isso, os militares ucranianos alegaram terem diminuído substancialmente as capacidades de utilização de drones russos.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN