Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reino Unido vive turbulência política e econômica desde o Brexit, diz professor

    Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (7), Carlos Gustavo Poggio repercutiu a renúncia do primeiro-ministro britânico Boris Johnson

    Lucas Schroederda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O professor de Relações Internacionais da FAAP Carlos Gustavo Poggio afirmou, em entrevista à CNN nesta quinta-feira (7), que o “Reino Unido vive turbulência política e econômica desde o Brexit” – a saída do país da União Europeia, referendada em 2016.

    Para Poggio, a instabilidade do país somada aos escândalos pessoais do primeiro-ministro Boris Johnson ajudam a explicar sua renúncia ao cargo de líder do Partido Conservador nesta quinta. O estopim se deu após a saída de mais de 50 integrantes do governo britânico.

    O professor lembrou que Johnson é o terceiro premiê do Partido Conservador a renunciar desde 2016. “Os líderes conservadores fazem neste momento um cálculo político porque entendem que o partido está sendo prejudicado. Com isso, eles miram as próximas eleições”, disse.

    Contudo, Poggio ressaltou que “uma das vantagens do parlamentarismo é acomodar melhor momentos de crise. As mudanças dentro desse sistema são normais, uma vez que o mandato pertence ao partido e não ao primeiro-ministro”.

    A popularidade do premiê também pode ter influenciado sua decisão, segundo Poggio. “Durante a pandemia, a aprovação de Boris Johnson atingiu cerca de 60%. Hoje, está abaixo dos 30%. Caso Johnson fosse um político mais popular, o desfecho poderia ser outro”, concluiu.

    Veja a íntegra acima

    Infográfico explicativo de como será a escolha do líder do Partido Conservador que sucederá Boris Johnson. / CNN

    Mais Recentes da CNN