Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Repórter da CNN mostra abrigo para refugiados em Lviv, na Ucrânia

    Andriy Sadovyi, prefeito da cidade, declarou, em 8 de março, que a cidade está lutando para fornecer comida e moradia para cerca de 200 mil refugiados

    Da CNN

    Ouvir notícia

    O enviado especial da CNN Brasil à Ucrânia, Mathias Brotero, mostrou, nesta sexta-feira (11), um abrigo para refugiados na cidade de Lviv, no oeste do país.

    No local, que antes era um centro artístico, tem comida a disposição das pessoas que chegam de várias regiões, que acabam se hospedando entre algumas horas ou até três dias.

    O espaço foi transformado em um centro de acolhida após 48 horas do início da guerra.  No segundo e terceiro andar as pessoas podem dormir, cortar o cabelo ou acomodar seus animais.

    O prefeito de Lviv, Andriy Sadovyi, disse, na última terça-feira (8), que a cidade está lutando para fornecer comida e moradia para cerca de 200 mil refugiados.

    “Cerca de 200 mil ucranianos já chegaram a Lviv. Mulheres, crianças, idosos, fugindo de bombardeios, foram forçados a fugir de suas casas. Nós acomodamos a todos, fornecemos comida e tudo o que for necessário.”

    Em um comunicado separado, na segunda-feira (7), Sadovyi declarou que a cidade estava atingindo o limite de sua capacidade. Aproximadamente 440 instalações culturais e educacionais estão sendo usadas para abrigar pessoas deslocadas, juntamente com 85 edifícios religiosos, disse o gabinete do prefeito.

     

     

    Mais Recentes da CNN