Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Retrocedemos à “mentalidade obsoleta” da Guerra Fria”, diz Lula nos Brics

    Presidente citou a guerra na Ucrânia e disse que o conflito evidencia a limitação do Conselho de Segurança da ONU

    Marina Toledoda CNN

    em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, em seu 2º discurso na cúpula dos Brics, que com a guerra na Ucrânia e outros conflitos ao redor do mundo, a sociedade retrocedeu à mentalidade da Guerra Fria.

    “Em poucos anos, retrocedemos em uma conjuntura de multipolaridade benigna para uma que retoma a mentalidade obsoleta da Guerra Fria e da competição geopolítica”, disse.

    “Essa é uma insensatez, que gera grandes incertezas e corrói o multilateralismo. Sabemos bem onde esse caminho pode nos levar”, acrescentou.

    O presidente citou a guerra entre a Rússia e Ucrânia e disse que o conflito evidencia a limitação do Conselho de Segurança da ONU.

    “O principal conflito da atualidade que ocorre na Ucrânia tem efeitos globais (…) Não subestimamos as dificuldades de alcançar a paz. Tampouco podemos ficar indiferentes às mortes que aumentam a cada dia. Estamos prontos para nos juntar a um esforço que possa efetivamente contribuir para um cessar-fogo e uma paz justa e duradoura”, afirmou.

    Cúpula dos Brics

    A 15ª cúpula dos Brics começou na terça-feira (22) e se estende até quinta-feira (24) em Joanesburgo, na África do Sul. Líderes e representantes do Brasil, China, Rússia, Índia, além dos anfitriões, reúnem-se pela primeira vez presencialmente.

    Entre os temas que devem ser abordados ao longo dos três dias estão:

    • Expansão do bloco
    • Aprimoramento da governança global
    • Recuperação econômica
    • Cooperação entre países em desenvolvimento
    • Combate à fome
    • Mudança do clima
    • Transição energética

    Veja também – Análise: Lula defende expansão dos Brics e moeda comum em evento