Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reunião entre Rússia e Ucrânia acaba sem acordo

    "Para nosso grande pesar, não obtivemos os resultados que esperávamos", disse o assessor presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak

    As delegações da Rússia e Ucrânia durante a segunda rodada de negociações de paz em Brest, Belarus, nesta quinta-feira (3)
    As delegações da Rússia e Ucrânia durante a segunda rodada de negociações de paz em Brest, Belarus, nesta quinta-feira (3) Anadolu Agency via Getty Images

    Giovanna GalvaniRafaela Larada CNN*

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    No oitavo dia de guerra, negociadores de Rússia e Ucrânia se encontraram, pela segunda vez, para discutir condições e termos dos dois países no conflito, mas o encontro terminou sem os “resultados esperados”, afirmou um membro da comitiva ucraniana.

    Também nesta quinta-feira (3), o presidente russo, Vladimir Putin, disse que os soldados continuarão avançando na Ucrânia e que seus alvos estão sendo atingidos. Putin também declarou que os militares russos não estão impedindo a saída de civis, rebatendo o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. 

    “Para nosso grande pesar, não obtivemos os resultados com os quais esperávamos”, disse o assessor presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak.

    Nesta segunda rodada de negociações entre os países, que ocorreu em Belarus, foi debatida a viabilidade de corredores humanitários – que não seriam alvos de ataques russos e serviriam para a passagem de refugiados e recursos –, mas não houve conclusões imediatas. Novas conversas sobre o tema devem acontecer, disse Podolyak.

    A primeira conversa entre as delegações após o início dos ataques ocorreu na segunda-feira (28) e teve duração de cinco horas, mas terminou sem um avanço. Na terça-feira (1º), Zelensky disse que a Rússia deveria parar o bombardeio de cidades ucranianas antes que um acordo ocorresse.

    *Com informações da Reuters e da CNN Internacional 

    Mais Recentes da CNN