Rubens Barbosa: Rigidez impede avanço das negociações de paz na Ucrânia

Para o Especialista CNN em Relações Exteriores, falta pressão por parte da comunidade internacional para uma negociação séria entre Moscou e Kiev

Raphael Buenoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Segundo com o Especialista CNN em relações internacionais, Rubens Barbosa, a falta de flexibilidade do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e do presidente russo, Vladimir Putin, impede um avanço pelas negociações de paz.

“A rigidez da posição de cada um deles impede um avanço concreto dessas negociações de paz. Realmente, não vemos como vão avançar as negociações.”

Nesta quarta-feira (23), o presidente norte-americano, Joe Biden, fará uma viagem à Europa para se reunir com os demais membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e discutir a situação da Ucrânia.

Para Barbosa, a Otan deveria pressionar Ucrânia e Rússia para que os países cheguem a um entendimento sobre o conflito. “É estranho que não se discuta do lado dos Estados Unidos, do lado da Otan, também uma pressão pela negociação”, afirmou.

“As potências ocidentais não estão colocando pressão em cima dos dois lados para se chegar a uma negociação de paz. Há conversas com a Turquia, com Israel, com a China, mas não se vê nenhuma ação forte dos países ocidentais a favor, e fazendo pressão inclusive, para que os dois países cheguem a um entendimento”, concluiu.

Mais Recentes da CNN