Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia continuará desenvolvendo armas nucleares, diz ministro da Defesa

    Escudo nuclear é a principal garantia da soberania e integridade territorial, afirmou o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu

    Guy Faulconbridgeda Reuters

    em Moscou

    A Rússia continuará desenvolvendo sua tríade nuclear de mísseis balísticos, submarinos e bombardeiros estratégicos porque essas armas são a principal garantia de sua soberania, disse o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, nesta terça-feira (10).

    “Continuaremos desenvolvendo a tríade nuclear e mantendo sua prontidão de combate, já que o escudo nuclear foi e continua sendo a principal garantia da soberania e integridade territorial de nosso Estado”, disse Shoigu.

    “Também aumentaremos as capacidades de combate das forças aeroespaciais – tanto em termos de trabalho de caças e bombardeiros em áreas onde sistemas modernos de defesa aérea estão em operação, quanto em termos de melhoria de veículos aéreos não tripulados”.

    O ministro da Defesa prometeu construir um arsenal de armas mais profundo, reforçar a tecnologia da aviação para melhor evadir as defesas aéreas e melhorar a produção de drones após uma série de humilhações no campo de batalha na Ucrânia.

    Desde que Putin enviou tropas para a Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022, o outrora poderoso exército de uma ex-superpotência foi repetidamente enganado e manipulado pelo exército menor ucraniano, que é apoiado pelos Estados Unidos e seus aliados europeus.

    O conflito se transformou em uma guerra de atrito que matou e feriu dezenas de milhares de soldados de ambos os lados, bem como civis ucranianos, embora não haja fim à vista e ambos os lados estejam se rearmando o mais rápido que podem.

    Sergei Shoigu disse aos generais de alto escalão que, para renovar o exército, eles teriam que levar em conta a experiência de lutar na guerra civil síria – onde a Rússia interveio ao lado do presidente Bashar al-Assad – e na Ucrânia.