Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia promete nova ‘trégua’ para ucranianos fugirem de cidades destruídas

    Além de Kiev, russos dizem que farão cessar-fogo em mais quatro cidades para permitir a saída das pessoas

    Estação de trem na Polônia registra alto fluxo de refugiados vindos da Ucrânia
    Estação de trem na Polônia registra alto fluxo de refugiados vindos da Ucrânia Agnieszka Majchrowicz/Anadolu Agency via Getty Images

    Stephen Coatesda Reuters

    Lviv, Ucrânia

    Ouvir notícia

    A Rússia disse nesta quarta-feira (9) que está pronta para fornecer corredores humanitários para as pessoas fugirem de Kiev e outras quatro cidades ucranianas. O número de refugiados pela guerra ultrapassou 2 milhões, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle de Defesa Nacional da Rússia, foi citado em declaração à agência de notícias Tass de que as forças russas “observariam um regime de silêncio” a partir das 10 horas de Moscou (4 horas em Brasília) para garantir a passagem segura dos civis.

    Além de Kiev, os corredores humanitários para pessoas estarão em Chernihiv, Sumy, Kharkiv e Mariupol.

    Não estava claro se as rotas propostas passariam pela Rússia ou Belarus, condições às quais o governo ucraniano se opôs anteriormente.

    Rússia e Ucrânia negociaram rotas para os refugiados, mas muitos locais foram alvos de ataques no fim de semana.

    Civis fugiram de Sumy na terça-feira no primeiro “corredor humanitário” aberto desde a invasão da Rússia. A Ucrânia acusou as forças russas de bombardear outra rota de evacuação, a partir de Mariupol, no sul do país.

    Fotos – Animais são afetados pela evacuação da Ucrânia

    Mais Recentes da CNN