Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sanções podem levar à “destruição dos laços”, alerta Rússia à embaixadora britânica

    Deborah Bronnert foi convocada pelo Ministério das Relações Exteriores russo após novas medidas anunciadas pelo Reino Unido

    Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov Reuters

    Katharina Krebsda CNN

    A embaixadora britânica em Moscou, Deborah Bronnert, foi convocada ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia na sexta-feira (6) devido às mais recentes sanções contra a Rússia, incluindo medidas contra a Companhia Estatal de Televisão e Rádio de Toda a Rússia, de acordo com um comunicado do Ministério russo.

    “A embaixadora foi informada sobre a inaceitabilidade de tais ações destrutivas, cuja continuação inevitavelmente levará à destruição final dos laços bilaterais e danos às relações entre os povos da Rússia e do Reino Unido“, diz o comunicado.

    A imposição de sanções contra a mídia russa “só porque sua cobertura e interpretação dos eventos que ocorrem no mundo não é consistente com os padrões ocidentais, mais uma vez confirma claramente a duplicidade e o cinismo dos políticos britânicos, para quem tal coisa como a liberdade de mídia nada mais é do que uma ferramenta para resolver problemas de mercado”, acrescentou o comunicado.

    O ministério acusou o Reino Unido e suas autoridades de impor sanções e fazer declarações com “ameaças” que são “intercaladas com mentiras e grosseria total” contra a Rússia.

    “O lado russo continuará a responder dura e decisivamente a todas as sanções iniciadas por Londres e tomará medidas de retaliação”, acrescentou o comunicado.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original