Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Soldado israelense filho de ministro do governo Netanyahu morre em Gaza

    Seu pai foi chefe do Estado-Maior das FDI de fevereiro de 2015 a janeiro de 2018 e serviu nas Forças Armadas por quatro décadas

    Gadi Eisenkot e seu filho Gal Meir Eisenkot em fotografia sem data.
    Gadi Eisenkot e seu filho Gal Meir Eisenkot em fotografia sem data. Obtido pela CNN

    Tamar Michaelisda CNN

    Gal Meir Eisenkot, filho do ministro do governo israelense, Gadi Eisenkot, foi morto no norte de Gaza, anunciaram as Forças de Defesa de Israel nesta quinta-feira (7).

    “Gal Meir Eisenkot, 25 anos, de Herlizya, soldado combatente do 699º Batalhão da 551ª Brigada de Comando de Reserva, morreu em batalha no norte da Faixa de Gaza”, disseram as FDI em um comunicado.

    Seu pai foi chefe do Estado-Maior das FDI de fevereiro de 2015 a janeiro de 2018 e serviu nas Forças Armadas por quatro décadas.

    Veja também: Israel diz ter rompido linha de defesa do Hamas em Gaza

    Após os ataques de 7 de Outubro, ele juntou-se ao gabinete de guerra como ministro sem pasta.

    Ele é membro do Partido da Unidade Nacional, de Benny Gantz, e foi eleito para o Knesset, o parlamento israelense, em 2022.

    Um total de 88 soldados das FDI foram mortos em Gaza desde 7 de outubro.

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, expressou suas condolências em uma postagem no X (antigo Twitter).

    “O governo de Israel e os cidadãos de Israel choram junto com vocês. Nossos heróis não caíram em vão. Continuaremos a lutar até a vitória”, disse Netanyahu.

    O membro do gabinete de guerra de Israel e ex-ministro da Defesa, Benny Gantz, também prestou sua homenagem, dizendo em um comunicado: “Que a memória de Gal e a memória de todos aqueles que morreram na batalha pelo lar de todos nós sejam abençoadas. Também em seu nome, também em nome deles, continuamos a missão”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original