Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Suspeito de assassinar família de comentarista da BBC é localizado em Londres

    Policiais encontraram a esposa e duas filhas de John Hunt com ferimentos graves em uma casa no leste da Inglaterra, na noite de terça-feira (9)

    Foto: Peter Nicholls/ Reuters

    Da Reuters

    A polícia britânica disse nesta quarta-feira (10) que localizou um homem procurado por ligação com o assassinato da esposa e duas filhas de John Hunt, um comentarista de corridas de cavalos da BBC.

    Os policiais encontraram as três vítimas, de 25, 28 e 61 anos, com ferimentos graves em uma casa em Bushey, uma cidade arborizada no leste da Inglaterra, na noite de terça-feira (9). Elas morreram no local pouco tempo depois.

    A BBC informou que as mulheres eram Carol Hunt, esposa de John Hunt, e duas filhas do casal.

    Uma grande operação envolvendo agentes armados foi realizada em busca do suspeito Kyle Clifford, com os oficiais alertando o público para não abordar o jovem de 26 anos.

    “Após extensas investigações, o suspeito foi localizado e ninguém mais está sendo procurado neste momento”, afirmou a detetive Justine Jenkins, da Unidade de Crimes Graves local.

    A polícia disse que Clifford foi localizado no norte de Londres e estava recebendo tratamento médico após ser encontrado ferido. O comunicado acrescentou que nenhum tiro foi disparado pelo órgão.

    As vítimas ainda não foram formalmente identificadas, mas a polícia pressupõe que Clifford era conhecido das três mulheres.

    Mais cedo nesta quarta-feira (10), o superintendente-chefe Jon Simpson classificou o caso como “horrível”, destacando aos repórteres que acreditam que uma balestra e possivelmente outras armas foram usadas.

    Amigos e colegas de Hunt expressaram choque com a notícia.

    Matt Chapman, comentarista de corridas de cavalos da emissora ITV, postou no X: “Impossível compreender a dor. Apenas saiba que estamos todos aqui para ajudá-lo, John. Nós amamos você, amigo – as corridas amam você”,