Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Militares de Israel dizem ter atacado alvos do Exército da Síria em Golã

    Segundo Forças de Defesa de Israel, houve violação do acordo de desmilitarização de 1974

    Segurança israelense bloqueia estrada após o Hezbollah lançar projéteis contra Israel perto da fronteira Israel-Líbano nas Colinas de Golã ocupadas por Israel
    Segurança israelense bloqueia estrada após o Hezbollah lançar projéteis contra Israel perto da fronteira Israel-Líbano nas Colinas de Golã ocupadas por Israel 09/07/2024REUTERS/Avi Ohayon

    Maayan Lubellda Reuters

    Tanques e artilharia de Israel atingiram nesta quarta-feira (10) alvos do Exército da Síria que teriam violado o acordo de desmilitarização de 1974 na área das Colinas de Golã, segundo militares israelenses.

    “As Forças de Defesa de Israel responsabilizam os militares sírios por todas as atividades que ocorrem dentro do seu território e não permitirão quaisquer tentativas de violar a soberania israelense”, destacaram.

    Na terça-feira (9), um casal israelense foi morto por um foguete do Hezbollah disparado contra as Colinas de Golã ocupadas por Israel.

    O grupo armado libanês disse o ataque teria sido uma retaliação pela morte de um de seus integrantes em território sírio.

    O Hezbollah começou a disparar contra Israel após seu aliado Hamas ter lançado o ataque de 7 de outubro que deu início à guerra em Gaza.

    Dezenas de milhares de israelenses e libaneses foram forçados a deixar as áreas próxiamas à fronteira entre os dois países.