Suspeito de ataque em Nice é identificado por polícia francesa

Três pessoas foram mortas dentro de basílica no sul do país

Agentes de segurança isolam área após ataque em igreja de Nice
Agentes de segurança isolam área após ataque em igreja de Nice Foto: Eric Gaillard - 29.out.2020 / Reuters

da CNN*

Ouvir notícia

A polícia nacional francesa identificou o suspeito do ataque em Nice como Brahim Aouissaoui, nascido em 1999. 

Uma fonte no ministério do Interior italiano disse à CNN que o homem chegou à Europa por meio da ilha de Lampedusa, no sul do país. 

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, disse que a polícia atirou no suspeito, que continua vivo e está sob custódia. 

Estrosi disse que “tudo indica” que o crime foi um ataque terrorista.

Leia também:

Ataque com faca deixa ao menos 3 mortos e vários feridos na França

Premiê francês diz que resposta a ataque em Nice será ‘firme e implacável’

Mais cedo nesta quinta (29), três pessoas foram mortas à faca na Basílica de Notre Dame, a principal igreja católica de Nice, cidade mediterrânea francesa. 

Uma das vítimas teve a garganta cortada, confirmou uma fonte à CNN. Antes, o prefeito da cidade havia dito, erroneamente, que se tratava de uma decapitação. Outra vítima, um homem, morreu após múltiplas facadas. A terceira vítima, uma mulher, foi ferida dentro do local e conseguiu escapar, mas morreu em um café nos arredores. 

Após visitar o local, o presidente francês Emmanuel Macron disse que o país não se entregará ao terrorismo após mais uma vez estar sob ataque do que chamou de “loucura terrorista e islâmica”. 

O caso acontece duas semanas após um professor ser degolado em Paris após usar caricaturas do profeta Maomé durante uma aula. 

Não é a primeira vez que Nice é alvo de ataques semelhantes. em 2016, vários morreram atropelados por um caminhão dirigido por um criminoso inspirado pelo Estado Islâmico.

(*Com informações de Danny Bobille e Livia Borghese, da CNN Internacional)

Tópicos

Mais Recentes da CNN