Talibã afirma que a ONU prometeu ajuda ao Afeganistão após reunião em Cabul

Subsecretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para assuntos humanitários prometeu manter a assistência ao povo afegão, disse o porta-voz do Talibã, Suhail Shaheen

Mulher chama familiares durante evacuação de cidades ao norte do país, ocupadas pelo Talibã
Mulher chama familiares durante evacuação de cidades ao norte do país, ocupadas pelo Talibã Getty Images

Reuters

Ouvir notícia

Altos oficiais do Talibã se reuniram em Cabul neste domingo (5) com o subsecretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para assuntos humanitários, que prometeu manter a assistência ao povo afegão, disse o porta-voz do Talibã, Suhail Shaheen.

O chefe do escritório político do Talibã, Mullah Abdul Ghani Baradar, e outras autoridades se encontraram com Martin Griffiths enquanto o Afeganistão enfrenta uma crise humanitária potencialmente catastrófica causada por uma severa seca e uma economia em colapso.

“A delegação da ONU prometeu a continuação da assistência humanitária ao povo afegão, dizendo que pedirá mais auxílio para o Afeganistão durante a próxima reunião dos países doadores”, disse Shaheen no Twitter.

O Afeganistão, um dos países mais pobres do mundo, mergulhou na crise pelo fim abrupto de bilhões de dólares em ajuda externa após o colapso do governo apoiado pelo Ocidente e a vitória do Talibã no mês passado.

Shaheen disse que o Talibã garantiu à delegação da ONU “cooperação e fornecimento das instalações necessárias”.

Espera-se que as Nações Unidas convoquem uma conferência internacional de ajuda em Genebra, em 13 de setembro, para ajudar a evitar o que o secretário-geral da ONU, António Guterres, chamou de “iminente catástrofe humanitária”.

(Reportagem de James Mackenzie. Edição de Peter Cooney)

Mais Recentes da CNN