Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Talibã completa dois anos controlando Cabul, capital do Afeganistão

    Ação só foi possível após retirada das tropas norte-americanas da região; novo regime do país oprime mulheres e opositores desde então

    Da CNN

    São Paulo

    O controle de Cabul pelo grupo islâmico Talibã completa dois anos nesta terça-feira (15). A volta ao poder no Afeganistão só foi possível após a retirada das tropas dos Estados Unidos.

    Naquele dia em 2021, o grupo cercou a capital e ofereceu garantias aos moradores de que desejava “assumir o controle pacificamente”.

    Eles também enviaram representantes ao palácio presidencial para negociar a transição de poder. Na sequência, o presidente Ashraf Ghani deixou o país, fugindo para os Emirados Árabes.

    Antes disso, o Talibã já havia assumido o controle de todas as demais grandes cidades do país.

    O Talibã entrou em Cabul “pacificamente”, noticiou Nick Paton Walsh, da CNN, que esteve na capital afegã no dia em que o grupo assumiu o poder.

    Caminho livre e mudanças

    A retirada das tropas dos EUA depois de quase duas décadas no Afeganistão abriu caminho para o grupo islâmico enfrentar e derrotar as forças de segurança do país. Muitas cidades importantes caíram com pouca ou nenhuma resistência.

    Vídeos de Cabul mostraram, logo após o Talibã assumir o poder, afegãos esperando em filas nos caixas eletrônicos enquanto as pessoas tentavam sacar dinheiro.

    Fotos também mostravam longas filas no escritório de passaportes, onde outras pessoas tentavam colocar seus documentos em ordem.

    O presidente dos EUA, Joe Biden, autorizou o envio de 5.000 soldados norte-americanos para ajudar na retirada de cidadãos do país e garantir uma saída “ordeira e segura” das equipes militares.

    Após tomar o controle do país, a situação das mulheres e dos opositores vem ficando cada vez mais complicada no Afeganistão.

    Contra as mulheres, o novo regime vem limitando cada vez mais as atividades que podem exercer na sociedade.

    Já os opositores, muitos foram torturados e mortos, como os membros da família de um jornalista alemão, que foram assassinados a tiros.

    Relembre os passos do Talibã até a retomada do poder

    Saída de diplomatas da capital Afegã

    Autoridades americanas informaram no dia em que Cabul caiu que diplomatas foram transportados de helicóptero da embaixada do país no distrito fortificado de Wazir Akbar Khan para um aeroporto, de onde deixaram o país.

    Um representante da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse que vários funcionários da União Europeia (UE) foram levados para um local mais seguro na capital afegã.

    *Publicado por Pedro Jordão, da CNN, com informações da Reuters