Talibã diz que mulheres serão proibidas de praticar esportes

Porta-voz falou para uma rede australiana que grupo islâmico não vai autorizar times femininos de críquete e outras modalidades

Denise Odorissida CNN

Em Londres

Ouvir notícia

Em entrevista para uma rede de notícias australiana nesta quinta-feira (9), um porta-voz do Talibã afirmou que mulheres serão proibidas de praticarem esportes no Afeganistão.

No país, o críquete é um dos mais populares e, segundo o porta-voz, as mulheres não devem ter autorização do grupo islâmico para jogar esse ou qualquer outro esporte.

A justificativa é que a prática de atividades físicas não é algo necessário para as mulheres e, também, porque elas poderiam se expor durante os jogos, já que não estariam com as vestimentas religiosas obrigatórias.

Após a declaração, o Conselho de Críquete de Austrália anunciou que vai cancelar uma partida teste programada entre a seleção masculina australiana e a do Afeganistão.

A ação é um exemplo de como os países ocidentais estão atentos aos direitos das mulheres no Afeganistão. O governo do Reino Unido já declarou que o reconhecimento de um novo governo do Talibã vai acontecer apenas se os direitos humanos forem respeitados no país.

Garotas afegãs na cidade de Herat trabalham em ventilador pulmonar
Garotas afegãs na cidade de Herat trabalham em ventilador pulmonar feito com peças de carro e moto / Foto: Somaya Faruqi -25.mai.2020/ Thomson Reuters Foundation

Mais Recentes da CNN