Theta se forma no Atlântico e faz de 2020 o ano mais ativo de furacões

Tempestade se move para o leste e deve permanecer em águas abertas antes de se dissipar

Tempestades Eta e Theta
Tempestades Eta e Theta Foto: Divulgação - 10.nov.2020 / Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA

Madeline Holcombe, da CNN

Ouvir notícia

A tempestade subtropical Theta se formou no Oceano Atlântico na noite dessa segunda-feira (9), tornando o ano de 2020 a temporada mais ativa de furacões da história, com 29 fenômenos registrados até agora.

Não há alertas emitidos para a tempestade, que se move para o leste e deve permanecer em águas abertas antes de se dissipar, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, em inglês).

Assista e leia também:
Ciclone, tufão, furacão, tempestade: a diferença entre esses fenômenos naturais
EUA: Tempestade tropical Eta atinge sul da Flórida

Theta não deve tocar o solo, mas a tempestade tropical Eta já o fez – ela tocou terra no domingo (8) na ilha de Lower Matecumbe Key, na Flórida, e segue em direção ao Golfo do México, mas não antes de provocar chuvas e inundações no sul do estado. 

Até a tarde dessa segunda, quase 13 mil norte-americanos estavam sem energia elétrica na Flórida, de acordo com o PowerOutage.US, site que monitora quedas de energia pelo país. Eta é a 12ª tempestade registrada na temporada atual dos EUA, quebrando o recorde anterior de 9, em 1916.

O Eta já havia tocado o solo outras duas vezes: em Cuba, no domingo, e na América Central, na semana passada.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês.)

Mais Recentes da CNN