Tropas dos Estados Unidos começam a deixar Afeganistão após esforço de evacuação

Talibã declarou abertamente que não quer a presença militar dos EUA no Afeganistão depois de 31 de agosto

EUA retiram cerca de 13 mil pessoas do Afeganistão
EUA retiram cerca de 13 mil pessoas do Afeganistão CNN / Reprodução

Oren Liebermannda CNN

Ouvir notícia

As primeiras tropas norte-americanas começaram a deixar o Afeganistão após o esforço de evacuação entrar em sua última semana, disseram dois oficiais de defesa à CNN.

Até o momento, apenas “algumas centenas” de soldados partiram, do total de 5.800 presentes no aeroporto internacional de Cabul, e a missão de evacuação continua sendo o foco dos esforços em terra.

“Até agora, a redução não afeta a missão”, disse um dos oficiais, acrescentando que o comandante no terreno pode decidir quais unidades militares se tornaram redundantes. Essa decisão pode ser baseada em alguns fatores, incluindo o número de portões abertos no aeroporto, o número de pessoas passando e muito mais.

“Se você pode ter uma missão menor e ainda conduzir a missão, então você pode reduzir suas tropas e reduzir o risco”, disse o oficial.

O Pentágono tem plena consciência da ameaça representada pelo ISIS-K e outros grupos terroristas ao redor do aeroporto e desenvolveu rotas alternativas para a área onde estão cidadãos americanos e refugiados afegãos.

Além disso, o Talibã declarou abertamente que não quer uma presença militar dos EUA no Afeganistão depois de 31 de agosto, alertando que haverá “consequências” se os EUA ficarem mais tempo.

Em comentários a uma reunião de emergência com líderes do G7 na terça-feira, o presidente Biden disse que a ameaça às tropas americanas em Cabul era uma das principais razões pelas quais ele estava mantendo o fim do mês como data de retirada final.

“Não houve mudança no cronograma da missão, que deve ser concluída até o final do mês”, disse o secretário de imprensa do Pentágono, John Kirby, na manhã de terça-feira.”Se o pior cenário acontecer, você não quer mais gente do que o necessário”, disse o oficial de defesa.

Conforme os EUA se aproximam da data final de retirada, o número de refugiados afegãos deve diminuir gradualmente, enquanto o número de soldados americanos deve aumentar.

(Texto traduzido, leia original em inglês aqui)

Mais Recentes da CNN