Trump decreta que EUA tenham prioridade para receber vacinas

Presidente americano tema que país perca prioridade na fila para outros países que negociem para comprar imunizantes de empresas americanas

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta terça-feira (8) um decreto para que o país tenha prioridade na entrega de vacinas contra a Covid-19 produzidas por farmacêuticas americanas.

O decreto foi assinado em um evento com cientistas e líderes das indústria farmacêutica. Ele disse temer que as farmacêuticas entregassem doses necessárias para os EUA a partir de contratos com outros países.

Apesar de não ter uma menção específica a uma empresa, a vacina produzida pela americana Pfizer em parceria com a alemã BioNTech começou a ser aplicada nesta terça no Reino Unido, primeiro país a aprová-la.

Assista e leia também:

EUA sinalizam que devem aprovar uso emergencial de vacina da Pfizer
Pfizer: Resultado final da última fase de teste da vacina aponta eficácia de 95%

Enquanto aguarda a aprovação por parte do FDA (Administração de Comida e Drogas dos Estados Unidos, na sigla em inglês), a Pfizer já tem acordo com a União Europeia e negocia com outros países, entre eles o Brasil.

(Publicado por Guilherme Venaglia)

Mais Recentes da CNN