Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Trump lidera disputa com Biden e tem 47% das intenções de voto, aponta pesquisa

    Sondagem do Wall Street Journal revela também que o atual presidente manteve o apoio de 87% do seu eleitorado contra 94% de seu rival republicano

    Segundo a nova pesquisa, Biden perdeu mais apoio de seu eleitorado do que Trump
    Segundo a nova pesquisa, Biden perdeu mais apoio de seu eleitorado do que Trump Getty Images

    Ariel Edwards-Levyda CNN

    O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump venceria o atual mandatário do país, Joe Biden, em uma nova disputa entre os dois pela Casa Branca em 2024. É o que revela a nova pesquisa nacional do Wall Street Journal, divulgada neste sábado (9).

    Numa escolha entre Trump e Biden, 47% dos eleitores registados nos EUA dizem apoiar Trump e 43% votariam em Biden, com 10% de indecisos.

    O resultado é semelhante ao de outras pesquisas nacionais recentes, que apontam para uma disputa acirrada sem líder ou deram a Trump uma pequena vantagem.

     

    A sondagem do Wall Street Journal revela que Biden mantém apenas 87% dos apoiadores que tinha em 2020, enquanto Trump mantém fiel 94% do eleitorado que o levou à presidência em 2016.

    A preferência dos eleitores difere em outros cenários incluídos no pesquisa, o que mostra que em grande medidas as intenções dos eleitores ainda flutuam nesta fase ainda inicial da corrida eleitoral.

    O jornal observa que “os eleitores indecisos inclinam-se para os democratas em outras questões da sondagem, sugerindo que poderiam ser persuadidos a apoiar Biden daqui a um ano, quando as eleições acontecerão”.

    Quando os eleitores são levados a pensar num cenário hipotético em que Trump é condenado por um crime antes da eleição, eles se dividem quase igualmente entre os dois candidatos, com 46% dizendo que apoiariam Biden e 45% que apoiariam Trump.

    Demais cenários

    Quando potenciais candidatos independentes são incluídos na pesquisa, a vantagem de Trump sobre Biden aumenta ligeiramente.

    Em confrontos hipotéticos com dois outros potenciais candidatos republicanos, Biden empata com o governador da Flórida, Ron DeSantis (45% DeSantis, 45% Biden), mas está bem atrás da ex-embaixadora da ONU Nikki Haley (51% Haley, 34% Biden).

    Entretanto, as opiniões sobre o ambiente nacional permanecem inquestionavelmente sombrias. Apenas 26% dos eleitores registados dizem que os EUA avançaram na direcção certa em termos de inflação ao longo do ano passado, embora o número seja superior aos 20% que disseram o mesmo em agosto.

    A aprovação de Biden é de 37% entre os eleitores , segundo a pesquisa.

    O Wall Street Journal também analisou as próximas primárias do Partido Republicano e Trump tem 59% das intenções de voto entre os potenciais eleitores republicanos nas primárias a nível nacional, com Haley e DeSantis empatados num distante segundo lugar, com 15% e 14%, respectivamente.

    O cenário é semelhante ao de outras sondagens recentes para as primárias republicanas, com a maioria apontando para um apoio maioritário a Trump.

    A pesquisa foi realizada em 29 de novembro e 4 de dezembro com uma amostra nacional aleatória de 1.500 eleitores registrados. A margem de erro é de 2,5 pontos para cima ou para baixo.

    Veja também: Aprovação de Biden chega perto de nível mais baixo

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original