Trump pressionará por reabertura de escolas, mesmo com alta em casos de Covid-19

"Vamos apagar incêndios enquanto acontecem", disse o presidente dos Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump Foto: Kevin Lamarque/Reuters (7.jul.2020)

Reuters

Ouvir notícia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (7) que vai pressionar estados a abrirem as escolas no outono da região, na reabertura do ano escolar, apesar da alta dos casos de Covid-19 no país e que levaram autoridades locais a pausarem ou voltarem atrás em planos de reabertura. 

Ao falar em um evento na Casa Branca para discutir a reabertura das escolas, Trump, que busca sua reeleição em novembro, disse que algumas pessoas querem manter as escolas fechadas por motivos políticos. 

Leia também:

EUA ameaçam deportar alunos estrangeiros sem aulas presenciais durante pandemia

Com avanço da Covid-19, dezenas de hospitais da Flórida têm UTIs lotadas

Suspensão de isolamento muito cedo aumentou mortes no EUA e Brasil, diz análise

“Vamos mesmo colocar pressão sobre governadores e todos mais para abrir as escolas”, disse Trump, acrescentando que tanto os pais quanto os filhos querem isso.

A Casa Branca convidou mais de 20 de autoridades de educação e saúde do país para discutir reabertura das escolas. 

Trump, do Partido Republicano, reconheceu que há uma alta nas infecções de coronavírus em alguns estados, mas disse que a taxa de mortalidade caiu bruscamente.

“É hora de estar aberto, é hora de permanecer aberto e vamos apagar os incêndios enquanto eles acontecem”, afirmou sobre os surtos de infecções. 

 

Mais Recentes da CNN