Turistas viajam à ilha espanhola de La Palma para ver vulcão em erupção

Além de observarem o fenômeno de uma distância segura, objetivo é contribuir para economia da ilha com gastos em hotéis, restaurantes e aluguel de carros

Turistas no mirante de Tajuya observam o vulcão Cumbre Vieja, que continua a expelir lava na ilha de La Palma
Turistas no mirante de Tajuya observam o vulcão Cumbre Vieja, que continua a expelir lava na ilha de La Palma Borja Suarez - 29.out.2021/Reuters

Marco TrujilloElena Rodriguezda Reuters

Ouvir notícia

Olga Reinoso aproveitou o feriado do Dia de Todos os Santos para ver o vulcão em erupção na ilha espanhola de La Palma, mas como outros turistas, ela também espera ajudar os moradores locais cujas casas foram destruídas e as plantações arruinadas.

Turistas estão ansiosos para contribuir com La Palma, gastando dinheiro para impulsionar a economia da ilha.

“De forma passiva, a nossa maneira de ajudar é vir aqui para visitar o vulcão, que é uma coisa única, mas contribuímos com dinheiro gastando em hotéis, restaurantes, aluguel de carros”, disse Reinoso, que é da ilha vizinha de Fuerteventura.

O Plano de Emergência Vulcânica das Ilhas Canárias (Pevolca) restringiu o acesso às estradas próximas ao vulcão Cumbre Vieja para que as equipes de segurança e emergência possam operar conforme os visitantes chegam para o fim de semana do feriado.

Foi colocado em operação um serviço de ônibus gratuito para que as pessoas possam acessar a área do vulcão de uma distância segura.

Desde que a erupção começou, em 19 de setembro, a lava do vulcão se espalhou por quase 900 hectares de terra, destruindo cerca de 2.000 edifícios e muitas plantações de banana. Mais de 7.000 pessoas tiveram que deixar suas casas.

Veja abaixo imagens ao vivo da erupção na ilha de La Palma:

Mais Recentes da CNN