Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ucrânia está exportando energia para a União Europeia, diz Zelensky

    Presidente ucraniano afirmou que medida pode ajudar a Europa a reduzir sua dependência dos hidrocarbonetos russos

    Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, durante pronunciamento nesta quarta-feira (9)
    Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, durante pronunciamento nesta quarta-feira (9) Presidência da Ucrânia

    Ronald Popeskida Reuters

    Ouvir notícia

    O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que o lançamento de transmissões de energia para a Romênia foi o início de um processo que pode ajudar a Europa a reduzir sua dependência dos hidrocarbonetos russos.

    Os comentários de Zelensky em sua mensagem de vídeo noturna na quinta-feira (30) seguem um anúncio do primeiro-ministro, Denys Shmyhal, de que as exportações começaram no início do dia – com um volume de 100 megawatts – quatro meses após a guerra da Rússia contra a Ucrânia.

    O presidente disse que o início das exportações foi “mais um passo significativo em nosso movimento em direção à União Europeia“.

    “Graças à eletricidade ucraniana, uma parte significativa do gás russo usado pelos consumidores europeus pode ser substituída. Portanto, não é apenas uma questão de receita de exportação para nós, mas uma questão de segurança para toda a Europa”, disse Zelensky.

    “Deixe-me lembrá-lo de que a ligação de nosso país ao sistema energético comum da UE ocorreu já depois que a guerra começou. A Ucrânia está fazendo coisas que antes pareciam impossíveis.”

    A Ucrânia chegou a um acordo em meados de março para ingressar na Rede Europeia de Operadores de Redes de Transporte (REORT-E, na sigla em inglês) como observadora depois que sua rede foi vinculada à da UE.

    A REORT-E disse esta semana que estão concluídos os preparativos para as primeiras exportações da Ucrânia, juntamente com a energia da Moldávia, a partir de 30 de junho – através de uma interligação com a Roménia.

    O comércio de eletricidade em outras interconexões entre a Ucrânia e a Eslováquia e a Ucrânia e a Hungria – bem como entre a Moldávia e a Romênia seguirá em breve, disse. O grupo disse que a capacidade total de comercialização seria inicialmente fixada em 100 MW na primeira fase.

    Em seu anúncio anterior, o primeiro-ministro Shmyhal disse que o potencial de exportação de eletricidade da Ucrânia para a Europa pode chegar a 2,5 gigawatts.

    Mais Recentes da CNN