Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Um poderoso vulcão está em erupção: o que significa para o tempo e o clima?

    É possível que os vulcões tenham um impacto de curto prazo no clima - incluindo o resfriamento da temperatura global - devido aos gases que injetam na atmosfera superior

    Vulcão indonésio continua lançando nuvens de cinzas enquanto os socorristas permanecem em alerta máximo.
    Vulcão indonésio continua lançando nuvens de cinzas enquanto os socorristas permanecem em alerta máximo. REUTERS

    Mary Gilbertda CNN

    Quando o Monte Ruang, na Indonésia, sofreu múltiplas erupções explosivas na semana passada, os gases vulcânicos foram lançados tão alto que atingiram a segunda camada da atmosfera, a dezenas de milhares de metros acima do solo.

    A força das erupções do Monte Ruang esta semana lançou uma coluna de cinzas a dezenas de milhares de metros de altura e enviou alguns gases vulcânicos a quase 20 mil metros de altura, segundo estimativas por satélite, cerca de 7.620 metros acima do normal para um voo de avião comercial.

    Os possíveis efeitos da erupção no clima e no tempo estão começando a se tornar evidentes, embora o perigo representado pelo vulcão persista e as retiradas da população continuem.

    É possível que os vulcões tenham um impacto de curto prazo no clima – incluindo o resfriamento da temperatura global – devido aos gases que injetam na atmosfera superior. Mas a influência do Ruang no clima provavelmente será mínima, segundo Greg Huey, diretor da Escola de Ciências da Terra e Atmosfera do Georgia Tech.

    E as condições meteorológicas diárias perto do Monte Ruang – como temperatura, nuvens e chuva – provavelmente não serão influenciadas pelo vulcão por muito tempo, disse Huey à CNN.

    O Monte Ruang, um estratovulcão com 725 metros de altura localizado na ilha de Ruang, na província indonésia de Celebes Setentrional, entrou em erupção pelo menos sete vezes desde a noite de terça-feira, de acordo com a agência vulcanológica do país. Estratovulcões podem produzir erupções explosivas porque sua forma cônica permite a acumulação de gás, segundo vulcanologistas.

    A cinza vulcânica geralmente é uma mistura de sólidos triturados – como rochas, minerais e vidro – e gases, como vapor de água, dióxido de carbono e dióxido de enxofre, de acordo com a NASA.

    “As cinzas duram pouco na atmosfera porque são pesadas, grandes e tendem a sedimentar rapidamente”, explicou Huey à CNN. São os gases que podem chegar muito mais alto na atmosfera.

    A cinza densa perto da superfície cria uma qualidade do ar perigosa e provoca um efeito de resfriamento temporário ao bloquear a luz solar que aquece. Uma vez que cessa a erupção ativa, a cinza começa a se assentar.

    Alguns gases das erupções do monte Ruang subiram tão alto que perfuraram a estratosfera, a segunda camada da atmosfera terrestre, que está situada bem acima da troposfera, que é onde se produzem toda a vida e o clima.

    A estratosfera é um lugar muito seco e, segundo Huey, geralmente apenas os gases com uma longa vida útil, que duram décadas, se filtram até ela. Uma erupção vulcânica é basicamente a única forma natural de gases com vida curta – menos de alguns anos – como o dióxido de enxofre e o vapor d’água chegarem à estratosfera.

    Uma vez na estratosfera, o dióxido de enxofre e o vapor de água se combinam para formar aerossóis de ácido sulfúrico que criam uma camada de gotas nebulosas, segundo a Corporação Universitária para a Pesquisa Atmosférica (UCAR). Estas gotas estendem-se longe do seu ponto de entrada e permanecem na estratosfera até três anos, refletindo a luz solar para o espaço e provocando um resfriamento da temperatura global.

    Mas o efeito de arrefecimento dura mais se chegar mais gás à estratosfera.

    Em 1991, o Monte Pinatubo – outro estratovulcão – entrou em erupção nas Filipinas e produziu a maior nuvem de dióxido de enxofre já medida. A erupção despejou mais de 17 milhões de toneladas desse gás na atmosfera e causou uma queda na temperatura global de cerca de 0,5 graus Celsius que durou aproximadamente um ano, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

    Em comparação, os instrumentos de satélite calcularam que o Monte Ruang liberou até agora cerca de 300 mil toneladas de dióxido de enxofre, embora não esteja claro qual parte dessa coluna chegou à estratosfera. Segundo Huey, embora essa quantidade seja enorme por si só, está muito abaixo do caso mais extremo.

    Uma erupção tão grande como a do monte Pinatubo em 1991 poderia esfriar o planeta durante alguns anos, embora não pudesse apagar os problemas climáticos atuais da Terra causados pela poluição que esquenta o planeta, e seria feito à custa de enormes danos à vida e à propriedade.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original