Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    União Europeia anuncia novas sanções de “impacto máximo” à Rússia

    Novas medidas visam setores financeiro, energético e de transporte do país

    Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen
    Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen Reprodução/Twitter

    Hira Humayunda CNN

    Ouvir notícia

    A União Europeia anunciou novas sanções à Rússia nesta sexta-feira (25) com foco nos setores financeiro, energético e de transporte do país, além de atingir a política de vistos e de controles de exportação.

    As sanções terão “máximo impacto na economia e na elite política russas”, disse a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em entrevista coletiva conjunta com o presidente francês, Emmanuel Macron. “Vamos responsabilizar o Kremlin”, afirmou ela.

    Von der Leyen disse que as medidas cortam os mercados de capitais mais importantes da Rússia e que visam 70% do mercado bancário russo e as principais empresas estatais. As sanções vão aumentar os custos de empréstimos da Rússia, aumentar a inflação e “gradualmente corroer a base industrial da Rússia”, disse ela.

    “Também estamos visando as elites russas ao restringir seus depósitos para que não possam mais esconder seu dinheiro em refúgios seguros na Europa”, acrescentou.

    Uma proibição de exportação também atingirá o setor de petróleo da Rússia e proibirá a venda de peças de reposição e equipamentos de aeronaves para companhias aéreas russas, o que Von der Leyen disse que afetaria um setor-chave da economia e da conectividade do país.

    Diplomatas e empresários não terão mais acesso privilegiado à União Europeia, finalizou.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN