Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Veja imagens do concurso Fotógrafo de Vida Selvagem deste ano

    Seleção de 14 fotos foi divulgada antes da cerimônia de premiação da 58ª edição da competição, desenvolvida e produzida pelo Museu de História Natural de Londres

    Lianne Kolirinda CNN

    Londres

    Um veado coberto de neve, um país das maravilhas subaquático e uma festa na piscina de sapos são algumas das entradas mais elogiadas na competição Fotógrafo de Vida Selvagem 2022 (Wildlife Photographer of the Year 2022, em inglês).

    Uma seleção de 14 fotos foi divulgada antes da cerimônia de premiação da 58ª edição da competição, desenvolvida e produzida pelo Museu de História Natural de Londres.

    Uma próxima exposição, que será exibida no museu antes da turnê, apresenta 100 das melhores fotos, que foram julgadas por sua criatividade, originalidade e excelência técnica.

    O concurso atraiu inscrições de fotógrafos de todas as idades e experiência de 93 países, disseram os organizadores.

    Roz Kidman Cox, presidente do júri, disse em um comunicado à imprensa: “O que ficou comigo não é apenas a extraordinária mistura de temas na coleção deste ano –um vasto panorama do mundo natural–, mas a força emocional de muitas das fotos.”

    Outras imagens altamente elogiadas que foram divulgadas incluem um encontro com um urso polar na Rússia e uma foto sóbria de pesca insustentável na Índia.

    Também comentando no comunicado de imprensa está Doug Gurr, diretor do Museu de História Natural, que disse: “Essas imagens inspiradoras transmitem o impacto humano no mundo natural de uma maneira que as palavras não podem– da urgência do declínio da biodiversidade à recuperação inspiradora de uma espécie protegida”.

    Os vencedores serão anunciados em 11 de outubro.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original