Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Voo é cancelado após passageiro defecar no chão do banheiro do avião

    Segundo a companhia aérea EasyJet, decolagem foi atrasada devido à necessidade de "limpeza adicional" da aeronave; passageiros relataram a frustração com o incidente

    Airbus A320-214, da empresa EasyJet
    Airbus A320-214, da empresa EasyJet Joan Valls/Urbanandsport /NurPhoto

    Francesca Streetda CNN

    Um voo da companhia aérea EasyJet foi cancelado e os seus passageiros obrigados a desembarcar depois que um passageiro ter aparentemente defecado no chão do banheiro do avião.

    O voo na noite de domingo (15) da ilha espanhola de Tenerife para Londres Gatwick já havia sido atrasado várias horas.

    Aaran Gedhu, um passageiro a bordo, disse à CNN que o voo já havia enfrentado problemas antes da partida, quando o avião programado foi trocado por uma aeronave menor, o que fez com que alguns clientes fossem recusados ​​no embarque.

    Quem conseguiu embarcar, duas horas depois da partida programada, teve que esperar mais de uma hora em solo enquanto as malas eram descarregadas por causa do excesso de peso da aeronave.

    Veja também: Turbina de avião explode durante voo da ponte aérea Rio-SP

    À medida que o atraso se prolongava, a atmosfera no voo lotado era caracterizada por “suspense e raiva”, disse Gedhu.

    “Os aviões EasyJet, como são, simplesmente não são muito confortáveis ​​– é apenas um assento básico com bom espaço para as pernas. Então todo mundo estava um pouco tenso”, disse ele.

    “Então, o piloto finalmente deu sinal verde e disse que faltavam cerca de 20 minutos para a partida”, lembrou Gedhu.

    “E foi então que aconteceu o incidente com a defecação.”

    “Uma experiência muito desconfortável”

    Gedhu disse que estava sentado no meio da aeronave, mas viu “dois passageiros” visitarem o banheiro dianteiro do avião. Então, espalhou-se a notícia de que alguém havia defecado no chão do banheiro. Seguiu-se um cheiro desagradável.

    Ninguém ficou satisfeito com esta situação, disse Gedhu, mas diz que a maioria acreditou que o incidente foi um “acidente”.

    “Todos estavam sendo educados uns com os outros. Não houve brigas entre os passageiros”, disse ele.

    “Foi uma experiência muito desconfortável. Obviamente, o avião estava em condições insalubres. Então eles tiveram que chamar faxineiros externos do aeroporto para limpá-lo. Foi então que as escadas foram reconectadas e os faxineiros vieram para limpar profundamente o piso.”

    Segundo Gedhu, os passageiros permaneceram sentados durante o processo de limpeza. Posteriormente, o capitão da aeronave disse aos passageiros que eles teriam que desembarcar em um anúncio registrado em vídeo por outra passageira, Kitty Streek, que compartilhou o vídeo no X.

    “Foi muito frustrante”, disse Streek à CNN. “Obviamente não podemos provar se a pessoa simplesmente sofreu um acidente ou se fez isso por raiva pelo atraso do voo, mas foi difícil não ficar com raiva de qualquer maneira, pois ninguém quer ficar preso em outro país.”

    Passaram-se mais 30 minutos até que os passageiros desembarcassem, segundo Gedhu. Ele disse que foi hospedado em um hotel durante a noite – a cerca de 45 minutos de carro do aeroporto – antes de embarcar em um voo de “resgate” programado para o dia seguinte.

    A EasyJet confirmou que os atrasos iniciais no voo EZY8054 em 15 de outubro ocorreram devido a “razões de segurança”.

    “Algumas malas foram descarregadas para serem transportadas no próximo voo disponível por razões de segurança, devido ao excesso de peso da aeronave”, afirmou em comunicado.

    “O voo foi posteriormente atrasado durante a noite devido à necessidade de limpeza adicional da aeronave”, continua o comunicado.

    “Fornecemos acomodação em hotel para todos os clientes, no entanto, como havia disponibilidade limitada de hotéis próximos na área, também informamos a todos os clientes que reservaram o seu próprio que serão reembolsados.”

    “A segurança e o bem-estar dos nossos clientes e tripulação são a maior prioridade da EasyJet e, embora isto esteja fora do nosso controle, gostaríamos de pedir desculpas aos clientes pelo inconveniente causado.”

    O cancelamento do voo de domingo segue-se a vários incidentes perturbadores recentes envolvendo fluidos corporais a bordo de aviões.

    Em setembro, um voo da Delta Air Lines de Atlanta para Barcelona foi forçado a dar meia-volta depois que um passageiro teve diarreia.

    No início daquele mês, a Air Canada apresentou um pedido de desculpas depois que dois passageiros foram orientados a sentar-se em assentos que não haviam sido limpos adequadamente após terem ficado cobertos de vômito durante um voo anterior.

    A CNN também informou sobre um incidente a bordo de um voo da Air France de Paris para Toronto, no qual um passageiro descobriu sangue e fezes potencialmente tóxicos que sobraram de um incidente de um voo anterior sob seu assento.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original