Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Waack: Com Suécia na Otan, guerra fica mais próxima do Brasil

    Nesta segunda-feira (10), o chefe da Otan afirmou que a Turquia concordou em apoiar a candidatura da Suécia para ingressar na aliança

    William Waackda CNN

    A guerra na Ucrânia ficou um pouco mais próxima do Brasil nesta segunda-feira (10).

    A Turquia, que integra a Otan, o pacto militar ocidental, concordou finalmente com a entrada da Suécia no pacto.

    A Suécia era neutra, mas, após a Rússia invadir a Ucrânia, decidiu ingressar no pacto militar ocidental. Era neutra quando o Brasil decidiu comprar dela os caças Gripen para modernizar a Força Aérea Brasileira.

    Não foi uma simples compra, mas uma associação de longo prazo para transferência de tecnologia, montagem dos aviões aqui e eventuais vendas.

    Um país neutro, como a Suécia, estipula suas próprias condições para transferir tecnologia bélica e seus produtos. É diferente quando um país faz parte de uma aliança militar bastante criteriosa quanto a quem vai acabar operando suas armas mais modernas.

    Se já era difícil para o governo Lula (PT) encontrar as palavras adequadas para falar da guerra na Ucrânia, ficou ainda mais delicado.