Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Waack: Como a inteligência artificial está afetando a situação em Gaza

    Acredita-se que a inteligência artificial, com sua capacidade de processar enormes volumes de dados, poderia auxiliar na previsão de eventos

    Ataque israelense contra Gaza
    Ataque israelense contra Gaza 9/10/2023 REUTERS/Mohammed Salem

    William Waackda CNN

    São Paulo

    Como a inteligência artificial está afetando a situação em Gaza?

    Até o momento, há poucas previsões a serem feitas e uma grande influência nos acontecimentos por meio das redes sociais.

    Acredita-se que a inteligência artificial, com sua capacidade de processar enormes volumes de dados, poderia auxiliar na previsão de eventos. No entanto, no caso da guerra em Gaza, isso se revelou uma decepção.

    Gaza é um dos territórios mais monitorados e vigiados do mundo, principalmente por Israel, que é altamente avançado em tecnologias digitais e inteligência artificial. No entanto, a inteligência artificial não foi capaz de prever as atrocidades terroristas cometidas pelo Hamas em 7 de outubro.

    Por outro lado, a inteligência artificial desempenhou um papel significativo no que ocorreu posteriormente. Uma onda sem precedentes, com alcance global, tomou conta das redes sociais, exercendo fortes pressões políticas em países muito diferentes entre si. Essas pressões estão influenciando o comportamento dos governos de ambos os lados do conflito.

    Nesse fenômeno, os algoritmos usados em ferramentas de inteligência artificial aplicadas às redes sociais desempenharam um papel fundamental. Até o momento, parece que a inteligência artificial não conseguiu substituir a capacidade analítica dos seres humanos na interpretação de dados e eventos, nem na moderação de seus instintos.